Saiba como prevenir lesões com a dieta

Atualizado em 24 de fevereiro de 2017
Mais em Nutrição

Sabia que além do treino e do fortalecimento muscular, a alimentação balanceada também pode ser uma aliada quando o assunto é prevenir lesões no esporte? Comer bem ajuda não só a pedalar melhor, mas também evitar problemas nas articulações, tendões e músculos. Quando praticamos qualquer exercício físico, principalmente os de resistência e alta intensidade, aumentamos a produção de radicais livres e a liberação de substâncias catabólicas no organismo, o que em excesso contribui para a fadiga, a perda de massa muscular e a inflamação nas articulações, além de causar danos às células.

Por isso, para prevenir lesões, também é importante saber escolher os nutrientes certos para compor sua dieta. Para um ciclista, é fundamental consumir alimentos ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes, que além de servirem de combustível ajudam a “blindar” o corpo contra esse desgaste.

Confira a seguir uma lista com nutrientes essenciais para prevenir lesões e saia pedalando por aí com muita energia e saúde:

Carotenoides. Responsáveis por proteger o corpo dos radicais livres, são encontrados na laranja, no tomate, na beterraba, na cenoura e nas abóboras.

Vitamina E. Aposte em óleos vegetais como o azeite, assim como em nozes e sementes e em frutas como o abacate, ricos nesse nutriente, que é importante na prevenção do envelhecimento e na diminuição do estresse oxidativo que o exercício causa no organismo.

Vitamina C. Boas fontes do nutriente são a goiaba, o mamão, a laranja e a acerola. Ele é responsável pela síntese do colágeno, no desenvolvimento do tecido conjuntivo, no processo de cicatrização e na recuperação após queimaduras e ferimentos. Também melhora a resistência a infecções, a absorção do ferro e o desempenho do ciclista, já que favorece o metabolismo durante a corrida.

leia-mais-cinza

iconezinho Shake pré-treino
iconezinho Shake pós-treino
iconezinho Pudim de chia

Zinco. É ele quem faz o organismo funcionar de forma correta, melhora o sistema imunológico e reduz a incidência de infecções do trato respiratório de atletas que fazem treinamentos intensos. Ostras, carnes, iogurte e cereais enriquecidos com vitaminas e minerais são boas fontes de zinco para os ciclistas.

Ômegas 3 e 6. O consumo de peixes, chia, linhaça, quinoa, oleaginosas (castanhas e nozes, por exemplo) ajuda a manter bons níveis de ômegas 3 e 6 no organismo. Para os atletas o grande benefício é que aumentam a produção de compostos anti-inflamatórios, tornando-se indispensáveis para prevenir lesões e tratar inflamações nas articulações.

Colágeno. É uma proteína que proporciona sustentação às células, mantendo-as unidas. É o principal componente proteico da pele, os ossos, as cartilagens, os ligamentos, os vasos sanguíneos e os tendões. Alimentos de origem animal, como carnes, queijos, iogurtes e leite são ricos em colágeno.

(Fonte: Patrícia Pinesi, nutricionista de São Paulo e Alessandra Luglio, nutricionista da clínica P4BHealth)