Pipoca: um estouro de benefícios

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Nutrição

Com fama de ser inimiga da boa forma, a pipoca não é tão a vilã da dieta. Ao menos, é o que indica um estudo realizado na Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, que mostra que a pipoca vem cheia de fibras, que ajudam a dar a impressão de saciedade e ainda colaboram para o trânsito intestinal. Tudo isso, sem falar no grande poder antioxidante.

Isso ocorre, porque a pipoca tem, aproximadamente, 4% de água, enquanto as frutas e vegetais são compostas por 90% de água. Os nutrientes estão na casca do milho (aquela parte mais escura, que muitas vezes fica presa no dente). Como a pipoca é 100 % milho, não perde os antioxidantes, que são removidos de alimentos á base de sementes integrais durante o processamento, por exemplo.

Além disso, a pipoca pode proteger o organismo contra os danos causados pelos radicais livres, desacelerando o envelhecimento. É capaz, também, de prevenir doenças degenerativas, como o câncer e, por fim, auxilia na prevenção do diabetes,  e (até!) no controle dos índices de colesterol.

Que tipo  evitar?
Antes de sair comendo qualquer tipo de pipoca, saiba que existem algumas que você precisa fugir: as industrializadas (próprias para micro-ondas) e as de cinema. As vendidas na porta do cinema têm cerca três quartos das calorias necessárias para um dia inteiro, de acordo com pesquisas. Já a versão industrializadas de micro-ondas também não é uma boa escolha. Isso porque o que faz com que ela estoure tão rápido é uma grande porção de gordura, na maioria das vezes do tipo trans, que pode entupir as artérias.

A melhor forma de preparo
Para fugir das pipocas calóricas, o melhor modo de preparo é colocar em uma panela o milho, um pouco de água e um pouco de sal. Leve ao micro-ondas para estourá-las de uma forma mais saudável. Se quiser, ao finalizar o preparo, coloque ervas secas ou frescas como orégano, tomilho ou alecrim, pois a utilização destes temperos diminui a quantidade de sal utilizada.

Alternativa saudável e prática (como fazer)
Se você está com preguiça de fazer a pipoca do jeito tradicional (na panela), existe uma outra opção: no micro-ondas. Mas, calma: não é a industrializada. Confira:

Pipoca no micro-ondas (sem óleo)
Ingredientes
5 colheres de água
5 colheres de milho para pipoca
1 pitada de sal

Como preparar
Em um recipiente que possa ir ao micro-ondas, coloque a água, o milho e a pitada de sal. Misture bem e cubra o recipiente com filme plástico. Faça 4 pequenos furos no filme para poder sair o vapor. Leve ao micro-ondas em potência máxima. O ideal é que o recipiente seja de vidro porque o filme não vai aderir ao plástico e deixar as pipocas escaparem. O tempo de preparo varia de 2 a 6 minutos, dependendo da potência do micro-ondas.