Perda de peso: menos carbo e mais gordura, diz estudo

Atualizado em 28 de junho de 2017
Mais em Nutrição

O tema é polêmico. As dietas com base na gordura sempre foram alvo de críticas por elevarem o colesterol e por serem um fator de risco para doenças cardiovasculares. No entanto, estudo recente do National Institutes of Health (NIH), nos EUA, e publicado pela revista Annals of Internal Medicine mostra que aqueles que seguem uma dieta pobre em carboidratos e rica em gordura perdem mais peso e têm menor risco cardiovascular, quando investem justamente em muita gordura.

O estudo clínico avaliou como as pessoas reagem a alimentos com mais gordura (com exceção da trans) e com menos carboidrato. Para isso, 148 homens e mulheres foram avaliados. Eles foram divididos em dois grupos e seguiram dietas diferentes, que controlavam a quantidade de gordura e de carboidratos, mas sem restrição de calorias. Passado um ano, os que ingeriram pouco carboidrato e muita gordura (principalmente insaturada, de origem vegetal) e perderam mais de 3,6 kg em comparação aos que estavam no outro grupo. Além disso, os índices de colesterol bom eram maiores no grupo que consumiu gordura. A pressão arterial e o colesterol total, no entanto, ficaram similares nos dois grupos.

O grupo que investiu nos carboidratos, por sua vez, eliminou peso, mais porque perdeu mais músculo do que gordura. Além disso, a explicação para que a redução do risco cardiovascular fosse menor no grupo da gordura é que os carboidratos refinados tendem a elevar uma forma menor, mais densa e mais perigosa o colesterol ruim, gerando mais risco de entupir as artérias. Já a gordura saturada eleva o colesterol ruim mais benigno e, também, aumenta o colesterol bom.