Melhore a imunidade com a alimentação

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Nutrição

Com a queda na temperatura, a alimentação saudável e balanceada é um dos segredos para manter as defesas do corpo em dia. A imunidade está diretamente relacionada aos hábitos de vida, ou seja, a alimentação rica em minerais e vitaminas associada à prática da corrida pode influenciar positivamente as defesas do sistema imunológico.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  JÁ FEZ UMA SUPERCOMPENSAÇÃO DE CARBOIDRATOS?
icon texto_menor  FORTALEÇA SUA IMUNIDADE 
icon texto_menor  7 DICAS PARA CORRER NO FRIO 

Mesmo quem tem fatores genéticos que aumentem as chances de determinadas doenças pode, também, se beneficiar da mudança dos hábitos alimentares. Ter uma dieta com proteínas, vitaminas e minerais, aliada a treinos de corrida, estimula o corpo a produzir células de defesa.

Alimentos que protegem o sistema imunológico

O consumo de fruta e verduras tem grande impacto no sistema imunológico. Recomenda-se o consumo de pelo menos cinco porções destes alimentos por dia. As frutas cítricas como a laranja, o limão e a acerola, além da couve e do brócolis, contém muita vitamina C, que é um forte antioxidante e aumenta a velocidade de resposta do sistema imune.

Os vegetais escuros contêm ácido fólico que aumenta a produção de glóbulos brancos, células importantes na defesa do organismo; o tomate é rico em licopeno, que também auxilia o corpo no combate as infecções; o gengibre é rico em vitamina B6 e tem ação antibacteriana, que atua no combate de infecções.

Além destes, as leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico) e as oleaginosas (castanhas e nozes) também exercem papel importante no estímulo das defesas do organismo.

Quais alimentos devo evitar?
Todos os alimentos ricos em corantes e aditivos químicos reduzem a absorção dos nutrientes e comprometem a imunidade. O consumo de álcool, o excesso de gorduras, cafeína e sal prejudicam a imunidade e tornam a recuperação mais lenta.

Hidratação
É comum tomarmos menos água em dias mais frios. Como transpiramos menos e, em geral, reduzimos a prática de exercícios físicos, sentimos uma necessidade menor de ingerir líquidos. Entretanto, essa diminuição afeta todo o corpo. A hidratação, ou seja, o consumo adequado de água permite que as reações imunológicas ocorram de forma mais harmônica.

Por isso, uma boa estratégia para manter um bom consumo de água é ter sempre perto de você uma garrafinha de água, para antes, durante ou depois dos treinos. Outra dica é investir em sopas e chás, que caem super bem quando há queda de temperatura.

(Fonte: Dra. Myrna Campagnoli, endocrinologista do Delboni Auriemo Medicina Diagnóstica – SP)