Fibra para combater a absorção de gordura

Atualizado em 28 de abril de 2016
Mais em Nutrição

Você corre para manter a saúde e o peso em dia, mas aquela gordurinha insistente em não ir embora? O problema pode estar na escolha dos alimentos que você coloca no prato.

Para que você tenha bom rendimento na corrida e elimine a gordura de forma correta, uma boa pedida pode ser a fibra, já que ela ajuda a diminuir a absorção de gordura dos alimentos. Segundo o Ministério da Saúde, o consumo diário desse composto deve ser de, no mínimo, 25 g, mas dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 68% da população brasileira consomem quantidades de fibras abaixo desse valor por dia.

Elas existem em duas variedades: as solúveis e as insolúveis. As insolúveis estão ligadas ao controle de peso e são essenciais em qualquer dieta, pois contribuem para a sensação de saciedade, o que beneficia quem está na luta contra a balança. São mais facilmente encontradas nas lentilhas e na maioria dos legumes e grãos secos, além de estarem presentes em ervilha, espinafre, batata-doce, figo seco, cevada e farelo de cereais.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  7 ERROS COMUNS NA DIETA DO CORREDOR
icon texto_menor  EXCESSO DE WHEY PROTEIN PODE FAZER MAL
icon texto_menor  7 MELHORES ALIMENTOS PARA EMAGRECER

Já a função das solúveis é capturar o mau colesterol (LDL) e removê-lo do organismo. Níveis elevados de LDL estão associados a um risco mais alto de doenças cardíacas. Esse tipo de fibra é encontrado na maioria das frutas e legumes, na linhaça e no psyllium. São as fibras solúveis, aliás, que combinadas à atividade física moderada são capazes de reduzir a gordura visceral, aquela que se acumula em volta dos órgãos e camadas profundas do abdome.

Sim, com o consumo regular desses alimentos você pode se livrar de uma vez por todas da famosa barriga de chopp. Isso, é claro, se a corrida regular com cerca de 40 minutos, de três a quatros vezes na semana, continuar fazendo parte da sua rotina.

Importância da fibra para corredores
Além de ser importante aliada na perda de peso, a dieta rica em fibras também ajuda no desempenho dos corredores. Não é por acaso que as Associações Americana e Canadense de Nutrição preconizam que dietas com altas quantidades desses alimentos, principalmente os naturais, são eficazes para permitir performances adequadas aos atletas e praticantes de atividade física. Tudo por conta dos antioxidantes existentes nos alimentos que contêm o composto, os quais colaboram na queima de energia durante os exercícios.

Além disso, a corrida frequente ou, preferencialmente, diária, combinada com uma dieta pobre em gordura e rica em fibras, mostra-se capaz de reduzir a pressão arterial, o envelhecimento celular (causado pelo estresse oxidativo), a insulina de jejum e os riscos de aterosclerose. Isso em um período de ingestão curto, de apenas três semanas.

Para isso, consuma alimentos derivados de carboidratos como pães, cereais, grãos, legumes, vegetais e frutas, considerando que o seu gasto energético deve ser balanceado pela ingestão adequada de nutrientes para que você não coma mais do que necessário.

No entanto, evite o consumo de fibra antes de treinos importantes e provas. Ela acelera a passagem do bolo fecal pelo intestino, o que contribui para o seu bom funcionamento, mas pode causar desconforto gástrico.

(Fonte: Eduardo André, pós-doutor em gastroenterologista e consultor da Naturetti)