Espinafre: mais um aliado da dieta

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Nutrição

Conhecido como uma hortaliça responsável por gerar força, o espinafre vai muito além e reúne nutrientes da mais alta qualidade, que incluem ferro, vitamina C, vitamina A e antioxidantes. Agora, um estudo da Universidade de Lund, na Suécia, sugere que o alimento é capaz de gerar a sensação de saciedade e de evitar a vontade de comer besteiras.

leia-mais-cinza
icon texto_menor ESPINAFRE REDUZ SENSAÇÃO DE FOME

Na pesquisa, os cientistas ofereceram aos participantes uma bebida com uma substância chamada tilacóide, presente no espinafre. Com isso, eles notaram que os voluntáris tiveram a redução de 95% no desejo por junk food (“alimentos calóricos”, em tradução livre) e, consequentemente, auxiliou a perda de peso.

Por conter mais proteínas do que outras hortaliças e alto teor de fibra, o espinafre dá uma forcinha extra para quem quer emagrecer, pois ajuda a desintoxicar e limpar o trato intestinal e estimula o movimento dos intestinos e promove seu funcionamento regular.

Como consumir?
O indicado seria pelo menos uma porção (meio prato de sobremesa) três vezes por semana. Para aumentar a absorção de minerais, é interessante ingeri-lo ao lado de outros alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas, ou em sucos e saladas.

Por ser um alimento versátil, prefira a versão orgânica ( livre de agrotóxicos). A sugestão é refogar as folhas no azeite e alho amassado e, depois, tempera com gotas de limão e uma pitada de sal. Ou, você pode refogar em óleo de abacate e adicionar sementes de girassol e pedacinhos de damasco seco.

Outros benefícios
Além de ajudar a emagrecer e no controle do colesterol, a hortaliça contribui para dar um “up” na pele, porque além de conter fibras, poucas calorias e muitas vitaminas, é rica em antioxidantes, contribuindo para dar tonicidade e reduzir impurezas na pele.

O espinafre, também, atua na prevenção e no controle da diabetes por causa das fibras, que auxiliam o metabolismo do açúcar e, pela presença do cromo, que potencializa os efeitos da insulina e melhora a captação de glicose pelas células.

(Fonte: Luciana Camargo, nutricionista do Rio de Janeiro)