Dieta Detox no inverno

Atualizado em 12 de julho de 2017
Mais em Nutrição

Chegou a época mais fria do ano. E, às vezes, ela não vem sozinha. Está acompanhada de uma incrível vontade de comer. Isto é até natural, uma vez que o nosso organismo gasta mais energia para se manter aquecido. Como resultado, seu corpo acumula toxinas, provocando aumento de peso, cansaço, dor de cabeça e irritabilidade, entre outros problemas. Mas não precisa se desesperar.

A dieta Detox, também conhecida como a dieta desintoxicante, se tornou uma solução, inclusive durante o inverno, para realizar uma “limpeza” no organismo por causa do excessivo consumo de produtos industrializados. Se a ideia for seguir uma, o acompanhamento de uma nutricionista é, sempre, importante.

Saiba o que é e os benefícios da tão falada dieta que caiu nas graças de quem quer perder uns quilos e fazer essa ‘faxina geral’.

O que é dieta Detox

Para ajudar o organismo na tarefa de eliminar toxinas, é preciso ingerir os alimentos corretos e abrir mão daqueles que prejudicam ainda mais o processo. A dieta Detox tem essa função. Ela evita a entrada de toxinas e estimula a saída. Reduz ao máximo a ingestão de substâncias que não são consideradas nutritivas, como corantes, conservantes, adoçantes, estabilizantes e gordura trans. Esses componentes sobrecarregam o fígado. E quando este órgão está menos eficiente, todo o funcionamento do nosso organismo fica comprometido.

Uma boa notícia é que você não precisa encarar um longo programa de desintoxicação. Entre sete a dez dias são suficientes para notar as mudanças positivas. Se a escolha for dieta líquida, um a dois dias são mais do que o suficientes para desinchar (as toxinas se tornam hidrossolúveis para que sejam eliminadas por meio da urina, bile, suor e lágrimas).

O que não se deve comer

Durante o período de desintoxicação, são eliminados alimentos industrializados e ricos em gordura, que contenham glúten (trigo, cevada, centeio e aveia) e lactose (leite e derivados), ovo e açúcares (inclusive adoçantes industrializados).

 

 

O que comer

Você deve consumir frutas, verduras, legumes, leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico, ervilha), oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), grãos e sementes.

Benefícios

No início dessa dieta, você pode até sentir dores de cabeça por conta das mudanças na alimentação e da desintoxicação do organismo. No entanto, não se preocupe. Você logo perceberá um profundo bem-estar.

Os benefícios já podem ser notados a partir do segundo dia. Melhoras no sistema imunológico, no processo digestivo, na qualidade do sono e, consequentemente, na sua disposição são alguns dos pontos positivos. No geral, você terá um organismo mais equilibrado, e a perda de peso será uma consequência.

Outra dica: seu problema não será solucionado se, após o período de desintoxicação, você voltar ao antigo hábito alimentar. Por isso, depois dessa fase mais radical, seja no inverno ou em qualquer época do ano, é necessário manter uma alimentação balanceada e saudável. E, claro, a prática esportiva.

Receita Detox para o inverno

Caldo de legumes

Ingredientes

  • Água
  • Cenoura crua
  • Cebola crua orgânica
  • Alho cru
  • Cebolinha crua
  • Talo de salsão

Modo de preparo

Doure a cebola e o alho, e adicione a cenoura. Cubra com 4 litros de água e o restante dos ingredientes. Tampe e, quando começar a ferver, marque 30 minutos e desligue.

(Fontes: Luciana de Oliveira Collares Machado, nutricionista e proprietária da Equilíbrio& Sabor Culinária Light, em São Paulo, e Patrícia Neri Cavalcanti, nutricionista da Saúde & Sabor Consultoria em Nutrição, em São Paulo)