ShutterstockFoto: Shutterstock

Camu-camu: benefícios da fruta mais rica em vitamina C

Atualizado em 26 de setembro de 2016
Mais em Nutrição

A vitamina C é sempre associada à melhora do sistema imunológico, mas a verdade é que este nutriente oferece inúmeros outros benefícios para a saúde, inclusive para o desempenho do atleta. Contudo, ao se pensar em alimentos ricos nesta vitamina, é comum as pessoas lembrarem apenas da laranja e da acerola. Mas uma pequena fruta da Amazônia, chamada camu-camu, tem ganhado cada vez mais destaque, uma vez que sua densidade nutricional desbanca qualquer outra fonte deste nutriente.

Este pequeno alimentos contém até 20 vezes mais vitamina C que a acerola, 56 vezes mais do que um limão e 60 vezes mais do que uma laranja, conquistando a posição de maior fonte natural de vitamina C do mundo. Abaixo, a nutricionista esportiva Liane Schwarz Buchman, que também é educadora física e maratonista, explica por que todo atleta deve investir no consumo de alimentos ricos em vitamina C, como o camu-camu.

Aumento da imunidade: por agir diretamente nas células de defesa, a vitamina C ajuda a deixar nosso corpo menos suscetível a doenças, o que é muito importante para atletas, já que treinos excessivos ou muito intensos enfraquecem a nossa imunidade.

Ação antioxidante: um dos benefícios da vitamina C é o de neutralizar os radicais livres, substâncias que têm sua produção aumentada durante a atividade física. Quando nossa capacidade antioxidante está ruim, os radicais livres começam a lesionar as membranas. Além disso, são apontados como uma das principais causas do envelhecimento precoce e do surgimento de algumas doenças como osteoporose, artrite e até mesmo câncer.

 

 

Fortalecimento das articulações: alguns esportes, como a corrida, causam muito impacto nas articulações, podendo danificá-las com o tempo. A vitamina C, contudo, ajuda a prevenir esse desgaste, já que atua na formação do colágeno, principal elemento dos tendões e fundamental para o funcionamento da cartilagem que reveste os ossos.

Maior absorção de ferro: encontrado em alimentos de origem animal e vegetal, o ferro é um mineral de importância vital para o organismo, sendo sua absorção potencializada pela vitamina C. Entre outras funções, o ferro é responsável por transportar o oxigênio dos pulmões para os músculos, fazendo com que sua insuficiência prejudique a performance do atleta.

Mais testosterona: a maioria dos alimentos ricos em antioxidantes possuem a capacidade de ajudar na liberação de hormônios, entre eles a testosterona, responsável por aumentar a disposição e massa muscular, diminuir a gordural corporal, entre outras funções.

Dica: a produção de camu-camu no Brasil ainda é baixa e, por ter um sabor muito azedo, seu consumo costuma ser feito em forma de pó, geleias, compotas ou em cápsulas. Contudo, a nutricionista explica que esses produtos costumam apresentar baixo teor de vitamina C, pois precisam ser aquecidos no processo de produção, causando a oxidação do nutriente. A melhor maneira de garantir uma boa absorção é, portanto, consumir a fruta in natura ou em polpa.