Maratonas aquáticas: Brasil no pódio

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Os brasileiros Allan do Carmo e Diogo Villarinho conquistaram, respectivamente, as medalhas de prata e bronze, com 1h55min12 e 1h55min16, na abertura da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas, no último dia 7, em Viedma, na Argentina. Ambos dividiram o pódio com o italiano Simone Rufino, que concluiu a prova com 1h55min10.

leia-mais-cinza
ícone-texto MARATONAS AQUÁTICAS: BRASIL DÁ SHOW NA CHINA

O circuito foi de 10 km também valia para o Sul-Americano Absoluto de 2014 e garantiu que Carmo e Villarinho também ficassem com os dois primeiros lugares do pódio da competição. Além disso, com os resultados, os atletas garantiram as duas vagas máximas por país para entrar nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá – é necessário estar entre os sete melhores colocados para conseguir a classificação.

No feminino, o Brasil não subiu no pódio da Copa do Mundo, mas o país também conquistou uma vaga no Pan, após Carolina Bilich terminar exatamente em sétimo lugar o Sul-Americano, com 2h10min47. As outras brasileiras que disputaram as competições foram: Gabriela Ferreira (8ª no Sul-Americano e 15ª na Copa do Mundo), Betina Lorscheistter (9ª e 19ª) e Viviane Jungblut (10ª e 20ª).

Mundial em Kazan

As brasileiras Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto já estão selecionadas para a disputa dos 10 km no Mundial dos Esportes Aquáticos de Kazan, na Rússia, em agosto, e não competiram em Viedma nem irão ao Pan do Canadá. O Mundial será a seletiva nas maratonas para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

(Fonte: brasil2016.gov.br)