Dicas para começar a nadar

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Crossfit, HIIT e treinamento funcional são os “treinos da moda”, pois trabalham diversos grupos musculares e prometem grande perda calórica. Mas, quando o assunto é entrar ou manter a forma, a boa e velha natação não pode ser esquecida. A modalidade trabalha o sistema cardíaco e respiratório, melhora o preparo físico, além de proporcionar o aumento da massa muscular e perda de até 700 calorias por aula.

Por ser realizada em ambiente aquático, a natação poupa o atleta de lesões por impacto, que castiga as articulações em treinos realizados fora d’água. A modalidade ainda possibilita uma gama maior de movimentos, proporcionando um condicionamento mais completo, ganho de metabolismo aeróbio e fortalecimento muscular geral.

O nadador que pratica os quatro estilos exercita praticamente todos os grupos musculares. Mas no nado mais utilizado, o crawl, é trabalhado, principalmente, deltoide (ombros), peitoral, dorsais (costas), abdômen e quadríceps, enquanto os outros músculos são usados como auxiliares.

(Fonte: Ademir Paulino, professor da academia Cia. Athletica, unidade Morumbi Shopping – São Paulo)