Rio 2016: mais rigor nos exames antidoping

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Notícias

Alguns dos maiores nadadores da atualidade serão duramente testados antes do início do Rio 2016. E não é nas piscinas. O chefe da Agência Antidoping dos EUA, Travis Tygart, anunciou que os atletas nacionais classificados para os Jogos Olímpicos passarão por cinco a sete testes antidoping antes da ida ao Rio de Janeiro. A medida, apoiada pela Federação Internacional de Natação (FINA), também valerá para a Grã-Bretanha. Ainda não há consenso entre as outras federações para adotar a medida (isso inclui Brasil, China e Rússia, três países muito fortes na modalidade).

Segundo Tygart, as ações fazem parte de um plano global de testes pré-Rio e irão ajudar a proteger os direitos dos atletas e a integridade da natação. Entre os atletas que passarão pelos exames, estão o britânico Adam Peaty, campeão mundial nos 100 m peito, o americano Michael Phelps, oito vezes medalha de ouro em Olimpíadas, e Missy Franklin, que aos 17 anos conquistou quatro ouros e um bronze em Londres (2012).