Joanna Maranhão volta às piscinas

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Notícias

Uma boa notícia para a natação nacional. Joana Maranhão, a maior nadadora da história do Brasil, voltará a competir após aposentadoria precoce, anunciada em 2013.  A Pernambucana, de 27 anos, dominou por mais de 10 anos as provas de 200m e 400m medley em terras brasileiras, além de colecionar diversas vitórias nos 200m costas, 200m borboleta e 800m livre por aqui. A atleta revelou em suas redes sociais que voltou a nadar há quatro meses, e seu principal objetivo é representar o país nos próximos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, em 2016.

No último fim de semana, em sua primeira competição depois do retorno, Joanna participou dos Jogos Universitários (JUBs), em Aracaju (SE), e mostrou que está em excelente forma.  Ela faturou quatro medalhas de ouro em provas individuais (200m, 400m medley, 100m borboleta e 200m costas) e três de prata em provas de revezamento. E não pretende parar por aí.

Os próximos objetivos da nadadora são o Torneio Open, competição realizada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), que acontecerá em dezembro, além do Mundial Militar, em 2015, e dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Quinta colocada nas Olimpíadas de Atenas-2004, melhor resultado da natação feminina do país em Olimpíadas, Joanna competiu pelo Brasil pela última vez no Mundial de Barcelona, em 2013.