Colômbia anuncia dream team para Rio 2016

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Notícias

Carlos Mario Jaramillo, treinador-chefe da equipe da Colômbia de ciclismo, escalou um verdadeiro time dos sonhos para representar o país na prova de estrada dos Jogos Olímpicos do Rio 2016: Nairo Quintana (campeão do Giro d’Italia de 2014); Esteban Chaves (vice-campeão do Giro neste ano), Rigoberto Urán Urán (vice-campeão olímpico em 2012), Sergio Luis Henao e Miguel Ángel López.

Na primeira Olimpíada disputada na América do Sul, a meta colombiana é nada menos que o ouro. “Escolhemos estes ciclistas por sua trajetória, por seu momento e experiência, como são os casos de Urán e Henao. Miguel López é um corredor de muito futuro, que demonstrou sua aptidão em corridas importantes. Além do mais, é um circuito para escaladores e ele pode nos dar uma mão nesse aspecto”, disse Jaramillo, que, em companhia de Urán, realizou um reconhecimento do percurso olímpico no último dia 3.

“É um traçado muito duro, voltado para escaladores. É um dos circuitos mais difíceis que já vi e acredito que quem ganhar será um verdadeiro rei olímpico”, acrescentou o treinador.

O circuito de 256.4km inclui 11 escaladas, incluindo quatro passagens por Grumari (1,2km a 7%) e Grota Funda (2,1km a 4,5%) no primeiro circuito e três passagens pela Vista Chinesa (8,9km a 5,7%) no segundo.

Urán já disse em entrevistas que o percurso é ideal para os colombianos. Especula-se que a dificuldade será apontar o líder nessa equipe de ases, bem como os colegas que trabalharão por ele. Se essa designação não tiver clareza, as chances de vitória podem encolher num contexto de desunião, com cada um pedalando por si mesmo.