Brasileiros faturam título mundial na China

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Notícias

No sábado, 18 de outubro, teve fim a Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas 2014. E os baianos Allan do Carmo, 25 anos, e Ana Marcela Cunha, 22, faturaram o título da competição, com direito a medalhas na prova final de 10 km, disputada em Hong Kong.

Allan (com o tempo de 1h56min12s7) levou a prata, enquanto o alemão Christian Reichert (1h56min12s4) ficou com o ouro. O alemão Andreas Waschburger (1h56min12s9) completou o pódio masculino. Entre as mulheres, Ana Marcela dividiu o bronze com a britânica Kari-Anne Payne (ambas com 2h05min22s2), ficando atrás de outra brasileira, Poliana Okimoto (2h05min20s9), que levou a prata ao perder na batida de mão para a húngara Anna Olasz (2h05min20s7).´

Além do título, os dois brasileiros conseguiram feitos inéditos na competição. Allan foi o primeiro brasileiro a levantar o caneco masculino do circuito. Já Ana Marcela conquistou o tricampeonato (2010-2012-2014) após subir no pódio em todas as etapas da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas 2014.

Após oito etapas, o Brasil somou 20 pódios (oito medalhas de ouro, sete de prata e cinco de bronze). Ana Marcela faturou cinco de ouro, uma de prata e duas de bronze, enquanto Allan terminou a competição com duas de ouro, duas de prata e uma de bronze.

A primeira colocação da classificação geral no feminino ficou com Ana Marcela, com 149 pontos, seguida pela norte-americana Christine Jennings, com 65, e pela alemã Angela Maurer, com 45. A outra brasileira na disputa feminina, Poliana Okimoto, encerrou o campeonato na segunda posição, com 92 pontos, mas não pode lutar pelo título, pois ficou de fora das três primeiras etapas devido a uma lesão na coluna cervical.

Entre os homens, Allan do Carmo terminou na liderança do ranking geral com 121 pontos, a frente dos alemães Thomas Lurz e Christian Reichert, que anotaram 88 pontos. Os outros brasileiros na disputa foram Diogo Vilarinho e Samuel de Bona, que terminaram a competição na quarta (86) e sexta (43) posição, respectivamente.