Novo recorde em águas abertas

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Notícias

Na quarta-feira, 22 de outubro, a nadadora de longa distância australiana Chloe McCardel estabeleceu um novo recorde em águas abertas. Segundo comunicado divulgado pela equipe de apoio da atleta, a australiana foi a primeira pessoa a nadar pouco menos de 129 km em mar aberto sem assistência, uma verdadeira ultramaratona aquática de 42,5 horas da ilha Eleutéria, nas Bahamas, até Nassau.

Sem muitos acessórios, apenas com um maiô comum, óculos e touca de natação, McCardel, de 29 anos, fez a travessia até Nassau, onde chegou exausta e foi saudada e amparada por marido e equipe de apoio. Ainda de acordo com o informe da equipe, a travessia respeitou os regulamentos internacionais determinados pela Marathon Swimmers Federation (Federação de Nadadores de Maratona, na tradução livre).

E não é a primeira vez que a australiana faz uma “epopeia” pelos mares. McCArdel já atravessou sete vezes o Canal da Mancha, sendo que duas dessas travessias foram duplas e sem paradas. Ela também tentou se tornar a primeira pessoa a nadar de Cuba à Florida (EUA) sem gaiola de proteção anti-tubarões, mas teve que desistir do desafio após dar de cara com um cardume de águas-vivas, animal que possui picada venenosa e, em alguns casos, mortal. Depois do ocorrido, a nadadora foi retirada da água, onde, até o momento do encontro com as medusas, havia nadado 164 km por 11 horas.