SOS Mata Atlântica vence Brasil Wild

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Mais Esportes

Depois de 5 dias de muita aventura, calor e desafios, a Brasil Wild Extreme – A Corrida das Fronteiras chegou ao final neste sábado (12) e teve como campeã a equipe SOS Mata Atlântica, seguida da Selva NSK Kailash e em terceiro a Quasar Lontra, todas de São Paulo.

A competição começou na segunda-feira, dia 7/4, com a largada em Paulo Afonso (BA) no Rio São Francisco e só terminou na madrugada de sexta-feira, 11/4. Passou por quaro estados do Nordeste – Alagoas, Bahia, Sergipe e Pernambuco, em um total de 120 horas e 540 km de canoagem, trekking, mountain bike, natação/flutuação e técnicas verticais.

O forte calor, o sol intenso e um percurso extremamente difícil contribuíram para que a prova ficasse ainda mais emocionante. Das 58 equipes que largaram apenas nove terminaram a prova sem passar por nenhum dos cortes, e 18 não completaram a disputa.

A equipe SOS Mata Atlântica liderou toda a competição e venceu com o tempo de 81h20min. A equipe dormiu apenas 3 horas durante toda a competição. “Apesar de todo o sofrimento, o desgaste, aprendemos que não precisamos de muito para sobreviver e ainda passamos por lugares maravilhosos. Em todas as edições que participei da Brasil Wild, venci todas”, diz Mateus Ferraz Gil um dos integrantes da SOS Mata Atlântica.

Classificação geral:
1) Motorola SOS Mata Atlântica – 81h20
2) Selva NSK Kailash – 84h26
3) Quasar Lontra – 88h36
4) Cosa Nostra – 94h42
5) Fast/ Life Guard/Bikestop – 94h54
6) Trotamundo Formula BH InterTrilhas – 101h42
7) Família Extrema / Adalberto Lewis – 104h57
8) Terra de Santa Cruz / GC Consulting – 115h35
9) Sul Brasilis – 117h10
10) Caliandra / OZ – 94h03
11) Oskaba Tia Sonia – 102h06
12) Carbono Zero Unicred – 103h00
13) Curtlo Lobo Guara – 103h35
14) Landscape Gooutside – 105h47
15) Gantuá – 117h59
16) Pé de Cobra – 110h23
17) Oskalunga Sundown Camp Magazine – 81h23
18) Tryon Tapuia – 82h01
19) Unimed Rio Ecolabore – 85h44
20) Direction – 93h18