Meeting Internacional Brasil: termina com 16 ouros

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Mais Esportes

O Meeting Internacional Paraolímpico Loterias Caixa de Atletismo terminou neste domingo com 16 medalhas de ouro para os brasileiros contra quatro dos estrangeiros. A competição reuniu 50 atletas de nove países, além do Brasil, no Célio de Barros, no Rio de Janeiro, neste final de semana.

O Brasil prevaleceu nas provas de pista, nas quais o país só não terminou em primeiro lugar nos 400m da classe T53/T54. O experiente argentino Alejandro Maldonado, quarto colocado nos Jogos de Pequim, tirou o ouro da revelação brasiliense, Thiago Barbosa, de 18 anos.   

Mas nas duas provas mais esperadas do final de semana, o Super Desafio dos 100m, em que atletas de diferentes classes e diferentes deficiências disputam o título de atleta mais rápido da competição, tanto no masculino quanto no feminino. 

No sábado (8), o piuaiense radicado em Brasília Antônio Delfino foi o melhor e ganhou o ouro. Neste domingo, foi a vez da mineira Terezinha Guilhermina. Ela desbancou a cubana Yunidis Castillo, amputada acima do cotovelo direito, recordista mundial nos 100m e 200m em sua classe (T46). 

A última prova do meeting foi o Super Desafio dos 100m feminino. Na raia cinco, a cubana Yunidis Castillo; na três, ao lado do guia Chocolate, Terezinha Guilhermina, recordista mundial nos 200m e 400m, medalha de ouro em Pequim nos 100m, na classe T11 (deficiente visual). 

As duas disputaram cada centímetro da pista do Célio de Barros como se fosse o último. Terezinha, incentivada pelas orientações de Chocolate, aumentou o ritmo a cada passada, seguida de perto por Yunidis. Após os 100m, a brasileira cruzou em primeiro com o tempo de 12s44 e grande comemoração da dupla com o guia gritando para avisar à Terezinha que ela ganhara. A cubana passou logo em seguida, com 12s80. A brasileira Fernanda Yara foi a terceira, com 13s52. 

“Corri contra Yunidis em 2006. Ela ganhou os 100m e eu os 200m. Estava engasgada com ela nos 100m. Yunidis é muito boa, é um privilégio correr com ela, até porque somos amigas. Agradeço a todos que me deram a oportunidade de competir com Yunidis aqui no Rio de Janeiro”, disse, humildemente, Terezinha, feliz pela conquista.  

Para o diretor técnico do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), Edilson Alves da Rocha, o Tubiba, a competição cumpriu com seu objetivo. 

“A realização do Meeting Internacional Loterias CAIXA é de extrema importância para nossos atletas. Aqui, os brasileiros competem em alto nível com seus rivais dos Estados Unidos, Rússia, Cuba e vão se acostumando com essas situações. Assim, quando chegam para participar de torneios mais importantes, como Mundial ou Olimpíada, já estão habituados a esse tipo de pressão”, opinou. No próximo final de semana, dias 15 e 16 de agosto, será a vez das feras da natação internacional tomarem conta das piscinas do Rio de Janeiro. O Parque Aquático Júlio Delamare receberá 70 nadadores de 10 países, além do Brasil, para o Meeting Internacional Paraolímpico Loterias CAIXA de Natação.

Depois de um sábado dominado pelos brasileiros, os estrangeiros reagiram nas provas de domingo do Meeting Internacional Paraolímpico Loterias CAIXA de Atletismo. A começar pela mexicana Maria de Los Angeles Ortiz, no arremesso de peso na F53 a F58. Ela desbancou a pernambucana Roseane Ferreira, a Rosinha, ao lançar 10m15, contra 8m86 da brasileira, que ficou em terceiro. A prata foi para a também mexicana Catalina Montiel, com 9m13. 

Na outra prova de campo, o lançamento de dardo, a russa Yulia Linevich ficou com o primeiro lugar ao lançar a 20m78, contra 16m09 da rondoniense Rosenei Herrera, medalha de prata. 

Nos 200m da classe T43/T44, o americano campeão paraolímpico do revezamento  e prata nos 100m Jerome Singleton conseguiu a vingança sobre o paraense Alan Fonteles, ao terminar em primeiro lugar, com o tempo de 23s39. Blake Leeper, também dos EUA, foi o segundo, com 23s51, e Alan ficou com o bronze, com 24s42.

“Corri muito mal os 200m. Não sei nem explicar o que aconteceu. Vou analisar a prova para tentar descobrir o que errei”, lamentou Alan, que havia vencido Jerome nos 100m no dia anterior. 

O dia de vitórias dos visitantes se encerrou com o triunfo de Alejandro Maldonado nos 400m na T53/T54 (cadeirantes). Thiago Barbosa foi o segundo, Wendel Silva Soares, o terceiro. Ariosvaldo Fernandes foi o quarto, com o tempo de 53s71, que lhe rendeu o novo recorde brasileiro. Explica-se: como Thiago e Wendel são da T54, a marca de Ariosvaldo é a melhor na T53, classe na qual está inserido. 

Nos 400m da classe T11, para deficientes Lucas Prado chegou em primeiro, mas foi desclassificado por causa de problemas com o guia. O ouro, portanto, foi para Daniel Mendes da Silva. 

Resultados de Domingo 

400m – T46 (masculino)
1. Emicarlo Elias de Souza (BRA) 50s11
2. Samuel Oscar Colmenares Aquino (VEN) 50s76
3. Yohansson Ferreira do Nascimento (BRA) 51s39 
 Arremesso de peso – F53/F58 (feminino)
1.  Maria de Los Angeles Ortiz (MEX) 10m15
2. Catalina Montiel Rosales (MEX) 9m13
3. Roseane Ferreira (BRA) 8m86 
 5.000m – T11/T12 (masculino)
1. Odair Ferreira dos Santos  (BRA) 15min53s35
2. Alex Cavalcante Mendonça (BRA) 16min06s79
3. Youssef Benibrahim (MAR) 16min26s04 
Lançamento de dardo – F36/F37 (feminino)
1. Yulia Linevich (RUS) 20m782.
2. Rosenei Herrera (BRA) 16m093
3. Marta Patricia de Andrade Barbosa (BRA) 15m08 

200m – T37/T38 (masculino)
1. Edson Cavalcante Pinheiro (BRA) 23s792.
2.Pedro Paulo Neves da Silva (BRA) 25s283 
3. José Ribeiro da Silva (BRA) 27s31 
200m – T43/T44 (masculino)
1. Jerome Singleton (EUA) 23s39
2. Blake Leeper(EUA) 23s51
3. Alan Fonteles  (BRA) 24s42 
200m – T11 (feminino) 
1. Terezinha Guilhermina (BRA) 25s32
2. Jerusa Geber (BRA) 26s22
3. Irene Suarez (VEN) 28s23 
400m – T53/T54 (masculino)
1. Alejandro Maldonado          (ARG) 50s65
2. Thiago Barbosa (BRA) 52s35
3. Wendel Silva Soares (BRA) 53s56 
400m – T11 (masculino)
1. Daniel Mendes da Silva (BRA) 53s21
2. Lucas Prado (BRA) – desclassificado

Super Desafio 100m (feminino)
1. Terezinha Guilhermina – T11 (BRA) 12s44
2. Yunidis Castillo – T46 (CUB) 12s80
3. Fernanda Yara da Silva – T46 (BRA) 13s52