Atletas ativo comemoram os pódios do final de semana

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Mais Esportes

Próximos de completar o ciclo um ano dentro do projeto “o ativo.com vai patrocinar você by Forten”, os cinco atletas já podem comemorar melhoras bastante significativas no desempenho esportivo, processo gradativo que foi mostrado ao longo do ano e que podem ser conferido no site http://patrocinio.ativo.com/.

Neste último final de semana, o mountain biker do grupo Adriano Santin e o nadador Hélio Pinheiro subiram ao pódio com louvor.

Adriano disputou no domingo (19) em São Lourenço, sul de Minas Gerais, a última etapa da Copa Big Biker 2010, o principal circuito de mountain bike maratona (provas acima de 50 km) do Brasil, e que reuniu mais de 700 ciclistas distribuídos por diversas categorias.

Depois de verdadeiro “rali” de 81 km, como descreve Adriano, o atleta ativo subiu ao pódio para receber o troféu de vice-campeão da Copa Big Biker na categoria Senior A, ao concluir a última etapa em 4º lugar. O atleta completou todas as etapas do Circuito entre os 4 primeiros (foram 4 quartos lugares e um terceiro).    

“Larguei às 8h30 da manhã para os 81 km do circuito Pró (havia também o Sport, com 63km), defendendo o 3º lugar no ranking da Copa Big Biker, na categoria Senior A (40-44 anos). Sul de Minas é sinônimo de montanha, e o circuito só confirmou isso, com vários morros, formando um sobe e desce constante, entremeado por alguns trechos planos e de alta velocidade, onde se formavam pequenos pelotões, com os ciclistas aproveitando o vácuo uns dos outros para aliviar as pernas e os pulmões. Pulmões que tinham que processar, além do oxigênio, a terra fina que subia da trilha. Em alguns trechos, a poeira levantada pelos ciclistas que ias à frente atrapalhava a visão da trilha. Um verdadeiro rali”, conta Adriano.

“O ponto alto foi no km 49, onde havia uma subida longa, íngreme e extremamente técnica. Essa subida levou por volta de 20 minutos e foi bem desgastante. Passando do topo, um downhill igualmente longo ajudou a aliviar as pernas, tendo ao fundo o fantástico visual das montanhas”, relata Adriano.

“Mais uma sucessão de pequenas subidas no km 63 e, finalmente, o último desafio: mais uma longa subida, com um desnível enorme e que, para piorar, podia se vista de longe. A sensação de estar já no fim das forças e ver aquela “rampa” sem fim pela frente foi traduzida na espirituosa frase dita por um biker que vinha atrás de mim: “essa é pra fechar o caixão… mas o caixão continuou aberto, o coração bombando, e cheguei no alto da subida. Mas foi aí que elas vieram: câimbras… As mais fortes que já senti na vida. Talvez reflexo do ritmo alucinante que vinha mantendo. Desci da bike e fiquei uns 3 ou 4 minutos no chão, sem conseguir mover a perna. Mas tudo passa, e as câimbras não são exceção. Levantei, segui em frente e cheguei em 4º lugar”, finaliza.

“Essa conquista é também resultado do patrocínio do ativo.com, e de todo o suporte de treinos, nutrição e equipamentos que venho recebendo desde o início do ano. Essa foi uma temporada inesquecível, pelo prazer de pedalar e competir, pelos resultados que nunca havia alcançado antes e pelo orgulho de ter levado a marca ativo.com ao pódio do Big Biker nas 4 etapas do circuito”, diz Adriano.

Hélio, por sua vez, conquistou no sábado (18) o 3º lugar no pódio de sua categoria na 4ª etapa do Circuito Netuno de Travessias, disputada em Santos, com 1.500 metros de percurso em águas abertas. Hélio ficou em 15º na classificação geral da prova.  

“O mar estava um pouco bravo, talvez por causa do tempo chuvoso e do vento. Mesmo assim fui para água e nadei muito forte, e conclui o percurso no tempo de 22:30, o meu melhor tempo! Essa marca é 4:56 abaixo do resultado da última etapa”, comemora Hélio.

Neste próximo domingo, Hélio disputará outra prova com 1.000 metros na cidade de Caconde, na qual ele diz que o nível dos competidores é bem forte, mas que está preparado para obter uma nova boa colocação.