Performance Thai: define o corpo, sem machucados

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Treinamento

O Muay Thai é uma das artes marciais mais procuradas por quem deseja queimar calorias e deixar o corpo definido. A prática promete diferenças visíveis no corpo, logo nos primeiros meses. Isso porque mistura abdominais, cordas e flexões com sequências de golpes, como socos, chutes, joelhadas e cotoveladas. Mas como qualquer exercício de contato, os golpes podem fazer com que a pessoa se machuque, sofrendo lesões e contusões ao longo do curso. Para garantir o corpo e o condicionamento de um atleta, mas sem machucados, uma academia de São Paulo criou o Performance Thai. Sem contatos físicos, a modalidade mistura o esforço físico da luta com o condicionamento dos exercícios funcionais.

Para substituir os golpes trocados entre os alunos, o Performance Thai investe em sacos de pancada para a realização dos golpes e equipamentos de exercícios funcionais, como elásticos, bolas de estabilidade e fitas de suspensão. As repetições constantes de exercícios intensos, pulos e corridas fazem com que a desgastante aula de 60 minutos queime de 800 a 1200 calorias. A ideia é manter a frequência cardíaca alta, para os músculos responderem rapidamente e queimarem mais calorias.

Mas frequência sempre alta é sinônimo de “não tem descanso”: na hora de “relaxar”, os alunos devem fazer abdominais. O core (região que engloba abdômen, lombar e glúteos) é a parte mais desenvolvida durante a atividade. Com essa parte do corpo fortalecida, o aluno consegue trabalhar braços e pernas com mais facilidade, já que tem maior equilíbrio. O fôlego e a flexibilidade também são beneficiados pelo exercício.

(Fonte: Academia Pretorian – www.pretorian.com)