Neopilates: técnica para perder calorias

Atualizado em 20 de abril de 2016
Mais em Treinamento

O Neopilates surge da ideia de um novo método, uma modernização do pilates que une outros conceitos atuais, entre eles, o treinamento funcional, as atividades circenses e lúdicas que se misturam aos próprios métodos do pilates.

A idealizadora do projeto, Amanda Braz (que já foi professora de pilates), em 2010, resolveu estudar e aperfeiçoar a forma de suas aulas, descobrindo assim que o pilates poderia ser feito de várias formas. Assim, escolheu alguns aparelhos de exercícios funcionais para fazer parte de suas aulas e junto com seu irmão, que é engenheiro mecânico, desenvolveu os equipamentos, criando o Neopilates.

Como funcionam as aulas?
Com o objetivo de potencializar os benéficos e ainda deixar a atividade mais divertida e desafiadora, a principal ideia é ensinar as pessoas a dominar o corpo e mente. Outro foco da aula é mostrar que é possível fazer atividade física de forma prazerosa, seja ela para obter boa forma física ou para reabilitação.

A inclusão do treinamento funcional torna a atividade mais intensa, além dos exercícios aeróbicos, que fazem com que a perda de calorias seja maior do que em uma aula de pilates convencional. Em média, 500 calorias por aula.

Os principais equipamentos utilizados são: Skier (carrinhos deslizantes com resistências elásticas), Core Skate (skate de 8 rodas e um disco que gira em cima), Wall (fitas suspensas presas na parede), Slackline (equilíbrio sobre uma fita de nylon), Lyra (círculo suspenso do circo), Gravity (tecidos suspensos em formato de gota), Fix Ball (arco que fixa a bola), NeoLing (escada curva) e oToning Ball (bolas macias de peso).

Os exercícios são elaborados de uma maneira individual. Logo, não existem restrições para fazer a aulas, que podem ser realizadas até duas vezes por semana.

Quais os principais benefícios?
O Neopilates, além de acelerar a perda de calorias, promete melhorar a postura, a segurança nos movimentos, a autoestima e, também, o tratamento e a prevenção de lesões.

(Fonte: Amanda Braz – www.neopilatesamandabraz.com.br )