Quem não gosta de pipoca? Mas, afinal, é vilã na dieta?

Atualizado em 12 de dezembro de 2014
Mais em Experts

A pipoca possui apenas 4% de água, enquanto que os polifenóis são diluídos nos 90% de água que compõe muitas frutas e verduras. Mas claro, o consumo de vegetais deve ser priorizado na alimentação, por serem fontes de vitaminas como a vitamina C, carotenóides, entre outros nutrientes importantes para manutenção da saúde e bem-estar geral.

O consumo de pipoca em quantidade moderada pode estar relacionado à perda de peso. Isso porque como ela possui muitas fibras, aumentamos o tempo de digestão no estômago, levando a uma maior saciedade. E, ainda, faz bem aos olhos por conter zeaxantina e luteína! São substâncias antioxidantes que contribuem com a saúde dos olhos, e que previnem a catarata e a degeneração macular.

Fique atento: as pipocas de microondas devem ser evitadas, pois possuem excesso de conservantes e sódio. E, algumas, ainda contém gordura trans (o que mais faz mal à saúde cardiovascular). Por essas e outras, aprenda uma receita de Pipoca Funcional em meu site, pra você fazer na panela mesmo: http://prisciladiciero.com.br/blog/receitas/pipoca-no-oleo-de-coco-e-canela, feito com óleo de coco e canela.

E para saber mais sobre os benefícios do óleo de coco, acesse meu canal yourtube.com/nutribruxa!