Alongamento e produção de potência

Atualizado em 04 de outubro de 2016
Mais em Cross Training

Falamos em artigo anterior sobre a importância do aquecimento e alongamento no crossfit. Pude falar baseada em evidências que articulações e músculos tornam-se mais eficientes no trabalho mecânico e metabólico em consequência de um aquecimento bem planejado. Não se deve, portanto, fazer exercícios de alongamentos e de flexibilidade sem que a temperatura dos tecidos exigidos para essas tarefas estejam devidamente aquecidos.

Pois bem, pensando nisso, em aquecer bem, sobram algumas perguntas, como: “qual o momento do aquecimento?”, “por que vemos tantas pessoas se ‘esticando’ nos espaldares ou nas ruas antes de uma corrida longa ou antes de um WOD de pura potência?”.

Sim, minha gente, ainda há muitos tabus e poucas pesquisas sobre aquecer e se alongar antes e depois de treinos de potência ou força máxima. Sim, ainda vejo muitas atitudes provindas do “achômetro” e isso não é muito bom quando tratamos de uma super máquina como o corpo humano. Devemos lembrar que esta máquina está suscetível a danos. Vamos ficar atentos.

Então vamos lá:
– o intervalo ideal entre o aquecimento e uma competição é entre 5 e 10 minutos
– os efeitos do aquecimento permanecem de 10 a 30 minutos e desaparecem completamente após 45 minutos

Pesquisas recentes demonstram que não há provas científicas de que exercícios de alongamentos usados como forma de aquecimento reduzem índices de lesão na atividade principal.

Parece haver mais um efeito psicológico que fisiológico naquela alongadinha antes da partida de futebol, da corrida na rua ou antes de começar seu treino no seu box. E muito menos efeito na produção de força.

Quando os sarcômeros das fibras musculares são distanciados até um comprimento maior, diminuindo sua zona de sobreposição, a tensão que esta fibra pode gerar também diminui.

Entendeu esta parte? Estamos lá, nos estirando feito doidos, “esticando” as fibras musculares, distanciamos origem de inserção, e aí, de repetente, no próximo instante eu quero que esta mesma fibra suporte 100kg no back squat. Ou seja, eu quero que elas façam o trabalho oposto do que fizemos antes, que elas se encurtem para produzir força.

Não vai rolar como você deseja. Há muita contradição mecânica e fisiológica sobre elas. Alongamentos passivos realizados de forma aguda diminuem o desempenho de movimentos esportivos que necessitam de força máxima e de potência.

Crossfit é potência por excelência, e ainda há quem permaneça 20, 30 segundos ou 1 minuto em posições únicas sobre uma articulação antes de partir para um WOD pesado. Olha só o que acontece com seu corpo depois desses alongamentos de longa duração e alta tensão.

Alongamentos estáticos e FNP (facilitação neuromuscular proprioceptiva) diminuem a capacidade dos músculos se contraírem em situações de força máxima, submáxima e de potência.

A diminuição do desempenho muscular após exercícios de alongamento tem sido documentada. Esta perda de desempenho encontra-se entre 30% a 40% em testes de força máxima e saltos. É muita coisa, certo?

Então, minha gente, não basta só saber fazer, tem que saber onde, como e quando aplicar.