Álcool e exercícios físicos

Atualizado em 01 de julho de 2016
Mais em Experts

O exercício físico regular é um importante elemento na prevenção do risco de doenças crônico-degenerativas, tais como: a hipertensão arterial, o diabetes, o câncer, as doenças cardiovasculares, a obesidade, a osteoporose e a depressão. Segundo o Colégio Americano de Medicina do Esporte (www.acsm.org), a prática de exercícios físicos não deve estar associada ao uso de bebidas alcoólicas.

Muito utilizado por atletas e praticantes de diferentes modalidades esportivas, o álcool está na lista de substâncias proibidas pelo Código Mundial Antidopagem em algumas modalidades esportivas. O seu uso excessivo é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A substância afeta o desempenho físico de praticantes e atletas, bem como promove o impacto negativo na fase de recuperação dos exercícios físicos periodizados e de competições.

Estudos experimentais comprovam efeitos agudos e crônicos na relação álcool e exercícios físicos. No primeiro caso, um dos principais efeitos prejudiciais consiste na redução da capacidade do músculo em captar glicose, importante fonte energética, o que também compromete a metabolização e oxidação das gorduras. Observa-se também diminuição de força, tempo de reação, velocidade, capacidade cardiorrespiratória, equilíbrio e desidratação.

No segundo caso, o do consumo crônico, há redução no desempenho esportivo, na medida em que órgãos de importantes sistemas diminuem sua capacidade fisiológica, especialmente o fígado, o coração e o encéfalo. Pode-se observar, também, prejuízos no aparelho locomotor (ossos, músculos e articulações), com redução progressiva e significativa da massa muscular e óssea. Portanto, nesses indivíduos, é maior o risco de complicação clínica, quando as atividades esportivas são feitas com cargas de treinamento mais elevadas.

Assim, diante das pesquisas, o exercício físico planejado, sistematizado e controlado tem apresentado muitos benefícios à saúde dos indivíduos e não há dúvidas que o consumo de bebidas alcoólicas é bastante prejudicial ao desporto e pode levar a níveis de desempenho inferiores.

(Fonte: EL-SAYED, M. S.; ALI, N.; EL-SAYED ALI, Z. Interaction between alcohol and exercise: physiological and haematological implications. Sport Med 35(3): 257-69, 2005.)