Que cuidados você precisa tomar na corrida de obstáculos?

Atualizado em 14 de dezembro de 2017
Mais em Treinamento

Apesar de toda adrenalina e sensação de superação que a corrida de obstáculos oferece aos participantes, é preciso tomar certos cuidados quando você decide se aventurar por esse novo tipo de prova. Isso porque nessas corridas há o trabalho de capacidades motoras diferentes de provas convencionais de corrida de rua, principalmente em relação ao percurso e ao grau de dificuldade, já que nessas competições você precisa fazer frequentemente mudanças bruscas de direção, deslocamentos, saltos, movimentos de sustentação do próprio corpo e exercícios de impulsão.

CONFIRA AS NOVIDADES E O CALENDÁRIO DA BRAVUS 2018

Por conta disso, a preparação física para este tipo de prova deve ser diferente para que você não se lesione. Não basta se dedicar apenas a exercícios neuromusculares como musculação e ginástica localizada. É preciso trabalhar todas as capacidades do corpo através de exercícios globais para que você tenha mais equilíbrio, força, impulsão, sustentação e agilidade.

É preciso estar bem fisicamente para fazer esse tipo de atividade. Para isso, estude minuciosamente cada obstáculo verificando sua exigência técnica e física em relação aos gestos motores. E monte uma sequência de treino que englobe esses desafios. Também é fundamental estudar as estratégias de cada etapa para que você se saia bem na prova. Tudo para evitar torções, distensões musculares e movimentos bruscos, comuns nessas corridas.

 

 

Para que você esteja tinindo para as novas solicitações do organismo, o melhor é fazer um preparo físico destinado a corrida de obstáculos de no mínimo três meses. Inclua exercícios em circuito que trabalhem alguns dos movimentos que você terá de fazer na hora H, como saltar bancos, se pendurar em uma barra, arremessar uma medicine ball e deslocamentos laterais. Ainda invista em movimentos sobre plataformas que geram desequilíbrio, como mini trampolim, balance disc e disco de equilíbrio. Isso irá auxiliar no recrutamento de fibras musculares que nem sempre são exigidas no dia a dia.

E no dia da prova?

Para que você passe por todas as barreiras sem sofrer com machucados é preciso se preparar antes da prova de corrida de obstáculos. Cuidado ao escolher o calçado e a vestimenta, já que você terá de passar por lama, arame farpado e terrenos diversos. O mais indicado é que você opte por um tênis de trail run.

Mais: ao encontrar um obstáculo pela frente não aja por impulso. Salte com cuidado, observe as dificuldades e realize todos os movimentos de forma bem consciente. Essas medidas irão prevenir quedas, entorses e lesões mais graves.

Fique atento, também, ao que coloca no prato. Você vai precisar de muita energia para superar as barreiras. Por isso, prefira carboidratos de baixo índice glicêmico. E tome cuidado com alimentos rico em fibras para não sofrer com desconfortos gastrointestinais.

(Fonte: Vanessa Delavy, coordenadora do grupo de corrida da Cia Athletica – São Paulo)