Os prós e contras dos quadros em um box de crossfit

Atualizado em 19 de junho de 2017
Mais em Treinamento

O crossfit é uma prática que estimula a competitividade e a superação em seus atletas. É pensando nisso que todo box de crossfit conta com quadros onde os alunos podem anotar seus resultados de cada aula, podendo comparar com outro colega de treino e acompanhar sua própria evolução.

Além desse, o quadro de benchmarks (treinos prontos criados pela CrossFit Inc.) mostra quais são os melhores atletas de um determinado box de crossfit num treino específico. Mas esses quadros são sempre benéficos?

 

 

PRÓS: competitividade e superação

Estimular a competição de uma forma sadia é um dos pontos positivos do quadro em um box de crossfit. É comum que colegas com níveis semelhantes de treinamento tentem – com cuidado – superar o tempo ou a carga que o outro anotou na aula anterior, fazendo com que se esforcem mais em busca de um resultado melhor.

Além disso, marcando o próprio resultado, o praticante pode ter um parâmetro da sua evolução. Um resultado ruim em algum treino é uma motivação a mais para que o atleta possa superar aquela marca em algum outro dia.

CONTRAS: acomodação e perda de foco

O quadro de benchmarks está ali para mostrar os melhores atletas de um box de crossfit em cada treino específico. É motivo de orgulho para quem está lá e serve como motivação para quem quer chegar lá.

O mais importante é que o atleta não deixe de lado sua rotina de treinamentos apenas focando em um benchmark específico. Não basta ter o melhor tempo na Fran (21-15-9 Thrusters e Pull-Ups) se você ainda está agachando com pouca carga. Mas também não basta ter o melhor Front Squat do box se sua resistência cardiorrespiratória é ruim.

Por isso, não devemos nos acomodar por ser o melhor em um benchmark, mas, sim, buscar sempre evoluir e manter o foco em melhorar os pontos fracos.