Controle a ansiedade antes da corrida de obstáculos

Atualizado em 15 de maio de 2018
Mais em Treinamento

Você pode ter meses ou anos de experiência com a corrida de obstáculos. Mas não tem como negar que é normal bater o nervosismo e a ansiedade antes da prova. Além do simples fato de você não ver a hora de começar a correr para saber se vai conseguir passar por todos os obstáculos, muitos motivos também podem influenciar a ansiedade que surge antes de competir, como a preocupação com o nível dos competidores ou a falta de confiança para ultrapassar as barreiras.

A ansiedade só atrapalha o seu desempenho. Por isso, é preciso saber controlá-la para se dar bem na prova, que tem barreiras bastante difíceis a serem ultrapassadas. Antes de tudo, lembre-se de que o objetivo principal nesse tipo de prova é completar o percurso. São poucos os corredores que querem, além de terminar a prova, fazê-la em pouco tempo.

Além disso, tenha em mente que a corrida de obstáculos exige condicionamento físico diferenciado, já que dentro de uma mesma prova, você enfrenta barreiras com características de contração muscular diferentes, exigindo do seu corpo, em momentos distintos, força, potência, resistência e flexibilidade.

De qualquer forma, a ansiedade vai bater e o seu coração vai acelerar, afinal esse tipo de prova é bem diferente e desafiadora. Mas cuide-se e lembre-se de que você precisa estar descansado para correr bem.

Coloque as estratégias abaixo em prática e deixe a ansiedade o mais longe possível de você.

 

 

– Acorde bem cedo, no dia anterior. Isso faz com que seu corpo peça a cama mais cedo, facilitando a vinda do sono.

– No dia anterior à prova, encha ao máximo que puder a sua agenda de compromissos. Visite parentes, amigos, saia com filhos, cachorro, cuide do carro, passeie no shopping, vá ao cinema, enfim, ocupe-se ao máximo, para não ficar pensando na corrida do dia seguinte. Mas não escolhas atividades que irão cansá-lo. Opte, apenas, pelos programas mais leves.

– Ignore seus medos a respeito da prova. Sofrer antecipadamente não ajuda em nada.

– Pense no que você fará depois da competição (comemorar com os amigos, dormir o dia todo, comer no restaurante que você adora, etc.). Isso é um incentivo a mais, para você completar bem a prova.

– Na véspera, antes de dormir, massageie ou peça para alguém massagear seus pés, pressionando todas as áreas com movimentos circulares. Isso aumenta a circulação local, fazendo com que o sangue fique menos concentrado no cérebro, e, consequentemente, sua cabeça fica mais relaxada.

Alimente-se corretamente. Isso será importante para não gerar nenhum tipo de desconforto durante a prova e, também, para que você não fique sem energia. Dê preferência aos carboidratos.

– Hidratar-se bem. A exigência física é alta e, provavelmente, você perderá bastante líquido. Mas tome cuidado: iniciar a prova com a barriga muito cheia pode gerar uma sensação ruim. O ideal é hidratar-se antes e durante a prova na medida certa.

– Evite o uso de substâncias estimulantes. Elas agem no sistema nervoso central, aumentando a frequência cardíaca e a oxigenação dos músculos. Em contrapartida, esse aumento da frequência gera desconforto, levando alguns competidores a terem mal estar durante a prova, além de aumentar o risco cardiovascular.

– Medite alguns minutos antes da prova para diminuir a ansiedade. Apesar de a característica da corrida de obstáculos ser totalmente diferente, colocar os pensamentos no lugar e visualizar possíveis dificuldades ajuda a se manter focado.

(Fontes: Moises Marinho, professor da Fórmula Academia, unidade Itaim, em São Paulo, e Marcel Sera, fisioterapeuta especialista em reabilitação e disfunção físicas, além de tratamento de dor com uso de terapias manuais e medicina oriental)