ShutterstockFoto: Shutterstock

Carga ou cardio? Por que o equilíbrio é essencial

Atualizado em 14 de março de 2017
Mais em Treinamento

Quem faz crossfit sabe que a prática exige principalmente capacidade cardiorrespiratória devido à presença de movimentos ginásticos ou aeróbicos como pull ups ou burpees. Mas o que fazer quando esses movimentos são acompanhados de exercícios de levantamento de peso num WOD? O Open 17.3 do CrossFit Games provou mais uma vez que é preciso estar preparado para os dois.

É comum praticantes de outras modalidades migrarem para o crossfit. Naturalmente, levam com eles o melhor de suas atividades anteriores. Corredores e ciclistas, por exemplo, tendem a ter uma resistência cardiorrespiratória maior. Já os praticantes de musculação que resolvem praticar crossfit sentem mais facilidade em exercícios de carga elevada.

Quando Dave Castro, diretor do CrossFit Games, anunciou o Open 17.3, alguns atletas ficaram assustados pela quantidade de chest to bar (peito na barra) ou pelas cargas do snatch que subiam (muito) a cada 4 minutos.

 

 

Esse WOD foi um exemplo perfeito de que é preciso controlar o cardio para evitar o erro no exercício de LPO, já que qualquer tempo perdido pode fazer diferença no resultado final.

Por isso, o equilíbrio é essencial. De nada valia um PR alto no snatch se o atleta não fosse longe o bastante. Ter o melhor cardio do box também não seria tão relevante se os movimentos de LPO não fossem feitos.

Por isso, faça seus burpees, corra sempre, pule corda, reme, mas não se esqueça de que uma hora a carga também fará diferença.