Crossfit até entre os esquimós

Atualizado em 04 de julho de 2017
Mais em Notícias

O crossfit está em toda parte, até mesmo no topo do planeta. Você já imaginou fazer os benchmarks WODs Fran, Annie ou mesmo o Murph perto do círculo polar ártico? Sim, é possível. Há um box afiliado na maior ilha do mundo, a Groenlândia, e o nome deste box é CrossFit Inua.

Na Groenlândia e em outras culturas inuit (esquimó), a palavra “inua” significa “o espírito de alguma coisa”. Tudo tem um espírito: pessoas, animais, plantas e até mesmo montanhas. Inua é a alma ou a essência da vida, em que se encontram um profundo respeito e reciprocidade. Somos iguais em todos os sentidos, e construímos a nossa existência no respeito e no reconhecimento.

O CrossFit Inua tenta transmitir esses valores. É, relativamente, um box novo, inaugurado em 1º de janeiro de 2016 em Nuuk, capital da Groenlândia. Desde sua abertura, o box tem crescido muito. Ele marca o início de um novo estilo de vida para muitas pessoas em Nuuk. Depois de um mês, o box já tinha 121 alunos. Hoje, são 381, número enorme para um lugar tão pequeno como Nuuk.

 

 

O CrossFit Inua é conduzido por dois coaches, Lasse Petersen Nymand e Charlotte Berglund. O sucesso do box, especialmente na grande comunidade e no progresso dos membros, é resultado do engajamos dessa dupla com o crossfit e seus afiliados.

Lasse é um coach Level 2, instrutor de LPO Level 1, instrutor de CrossFit Endurance e especialista em técnica de corrida. Charlotte é um coach Level 2.

O box oferece diferentes propostas. Não apenas o WOD, mas bootcamps, natação, LPO e aulas de ginástica olímpica. Há até mesmo uma classe para as mães com bebês recém-nascidos. Além dos coaches Lasse e Charlotte, o CrossFit Inua tem atualmente quatro treinadores assistentes.

Em agosto de 2016, o box realizou seu primeiro evento público – o “Inua Challenge”. O Desafio é uma corrida de obstáculos não só para praticantes de crossfit, mas para qualquer um que queira desafiar outros atletas na força, resistência, força de vontade e coragem.

Os obstáculos em diferentes terrenos incluem atividades como corrida com sandbag, travessia de um lago, escalada em parede de dois metros, entre outros. Cinquenta pessoas participaram do Desafio Inua, competindo pelos prémios de 10.000 coroas dinamarquesas (cera de R$ 4,5 mil) para o 1º lugar, 3.500 coroas dinamarquesas (cerca de R$ 1,5 mil) para o 2º lugar, e 2.000 coroas dinamarquesas (R$ 900) para o 3º lugar.

Um prêmio chamado de “lutador do dia” foi atribuído a uma pessoa especial, uma mulher com mais de 50 anos que competiu e completou a corrida. Ela ganhou medalha e 1.000 coroas dinamarquesas (cerca de R$ 450). O próximo desafio já está em planejamento.

O crossfit se tornou um esporte popular em Nuuk e desafia a compreensão local da aptidão física de uma forma positiva.

Fonte: Lasse Petersen Nymand, CrossFit Inua