Vá mais rápido e se dê bem nas provas

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Participar de provas de corrida de rua é incrível. O clima animado dos corredores, testar os treinos do dia a dia e sentir a emoção de cruzar a linha de chegada são sensações inigualáveis. Mas, se além de se sentir bem você tem como objetivo correr mais rápido é preciso adotar algumas estratégias específicas.

Para melhorar o seu tempo na competição, você deve priorizar os treinos de velocidade, aqueles com estímulos de alta intensidade e de curta duração. Os mais conhecidos e usados são os famosos treinos de tiro, que podem variar entre 100 metros, 800 metros e até 1 km, com intensidades que ficam entre 90% a 100% da sua velocidade máxima.

Para aqueles que querem melhorar a performance, tiros de curta distância são fundamentais, além de fazerem com que você voe baixo nas ruas e ganhe potência. Além disso, uma boa pedida é fazer provas curtas num ritmo forte, o que faz com que você estabeleça uma zona de desconforto com relação à velocidade empregada normalmente, e ainda traz mais pique para fazer provas maiores.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  APOSTE NOS EDUCATIVOS E MELHORE SUA TÉCNICA
icon texto_menor  POR QUE INVESTIR NO TREINO DE BASE?
icon texto_menor  POR QUE SUBIR ESCADAS É BOM PARA QUEM CORRE?

Outra boa estratégia é treinar em rampas. Isso porque a ladeira pode ser usada como facilitador para o ganho de rendimento, já que a inclinação favorece o ganho de velocidade. Porém, é preciso fortalecer a musculatura das pernas para esse tipo de treino, pois caso você não tenha o corpo preparado, essa tática acaba jogando contra e você pode, até, fazer com que se lesione.

Perder alguns quilos também pode ser bom para ir mais rápido. Com a perda de gordura corporal o ganho de velocidade na corrida é inevitável. Como você estará mais leve, poderá ganhar rendimento, principalmente, na fase de propulsão, muito importante para quem quer fazer provas com tempos menores.

Fique esperto com o corpo
Durante essa fase de treino de velocidade você pode sentir alguns incômodos. Por isso, esteja preparado. Dores musculares, elevação da frequência respiratória e, consequentemente, respiração ofegante são comuns em treinos focados no aumento de velocidade. Às vezes você pode sentir até enjoos, de tanto esforço que é feito nessa fase do treino. Mas esteja sempre ligado nos sinais dados pelo seu corpo, para não passar do limite.

Devido a essa exaustão, a recuperação muscular é ainda mais importante, sendo a chave para uma evolução segura e constante na corrida. Nos treinos velozes, as fibras musculares são muito requisitadas, principalmente, as da região posterior da coxa. Assim, caso o descanso adequado não seja respeitado, não se pode oferecer um novo estímulo a essa fibra, o que faz com que a sua evolução fique comprometida. A soma de estímulos sem uma correta estratégia de recuperação, invariavelmente, leva à lesão muscular ou até ao overtraining. Fique esperto.

(Fonte: Diego Leite de Barros, educador físico, fisiologista do esporte e diretor da DLB Assessoria Esportiva – São Paulo)