Turbine a corrida com estes exercícios

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Para que você turbine a corrida, seus treinos não devem se limitar às planilhas, que dizem quantos quilômetros você precisa correr a cada dia e com qual intensidade. Quando você passa a investir nas passadas, é importante que o seu programa de exercícios também inclua treinamentos de força, responsáveis por manter o corpo e a musculatura preparados para aguentar o impacto que a corrida traz para as articulações.

As possibilidades são diversas, mas uma novidade pode ser boa pedida para fazer exercícios ao ar livre com carga. O DISQ tem aparência de um headfone, mas que você usa na cintura para fazer ginástica. O acessório é composto por um cinturão com duas alças retráteis e uma polia que une potência, força e condicionamento físico. A ideia é fazer diversos exercícios usando apenas o aparelho. E aumentar a resistência dos movimentos, já que os cabos de fibras de alta resistência são ajustáveis para deixar o exercício cada vez mais difícil, adicionando carga aos movimentos que poderão ser executados em qualquer plano ou direção.

Pensando nisso, elencamos dois exercícios que farão com que você turbine a corrida e ganhe desempenho nas passadas. Eles devem fazer parte dos seus treinos ao menos duas vezes na semana, sendo que você deve fazer três séries com dez repetições de cada movimento. Use a carga do DISQ para deixar o exercícios mais difícil e intenso.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  QUANDO INCLUIR NATAÇÃO E CICLISMO NOS TREINOS
icon texto_menor  POTÊNCIA MÁXIMA NA CORRIDA DE RUA
icon texto_menor  TREINO DE ABDÔMEN PARA UM BOM DESEMPENHO

1. Squat Jump
Este exercício auxilia o corredor a ganhar força explosiva.

Fique em posição de agachamento, com as pernas em um ângulo de 90º graus, e mantenha os pés paralelos e afastados na largura dos ombros. Seus braços devem estar soltos ao lado do corpo para fazer o movimento de impulsão. Ao chegar quase no final da descida do movimento, pule o mais alto que conseguir. Depois, retorne à posição inicial.

2. Salto na Caixa
O movimento ajuda a melhorar a capacidade cardiorrespiratória, além de trabalhar todos os músculos da perna e do bumbum, ajudando a tonificá-los.

Mantenha os pés afastados na largura dos ombros, dobre os joelhos, jogue o quadril para baixo e o bumbum para trás e mantenha uma distância confortável da caixa ou do banco sobre o qual você vai pular. Em seguida, estenda o quadril, usando o pêndulo dos braços para ganhar força. Salte a partir da posição de agachamento, pousando totalmente os pés em cima da caixa. No pouso, quadril e joelhos devem estar levemente flexionados para evitar grande impacto.

(Fonte: Cida Conti, especialista em treinamento físico e corrida)