Treinos ao ar livre: diversão e flexibilidade no exercício

Atualizado em 24 de novembro de 2017
Mais em Treinamento

Horas no escritório, outras mais no trânsito. Grande parte de nossa vida ocorre em ambientes fechados. Mas, pelo menos na hora de praticar esporte, não precisa ser assim. Os treinos ao ar livre são tão ou mais eficientes do que atividades físicas realizadas entre paredes e podem adicionar um pouco de diversão à rotina.

Além dos benefícios gerados pelo exercício, este tipo de treino permite que se entre em contato com a natureza, especialmente se for realizado em parques ou praças. E tem outro ponto positivo importante. Não existe horário predeterminado. Você que faz sua programação. Não importa quando, nem onde.

Veja indicações de treinos ao ar livre:

Corrida

Como o nome diz, corrida de rua é para ser feita na rua. A esteira tem sua utilidade, mas a essência do esporte está em praticá-lo ao ar livre. Até porque neste tipo de situação, é comum encontrar variações no piso e no relevo do trajeto, o que pode deixar o treino mais divertido e intenso.

“Correndo na rua você se desafia mais. E muitas vezes conhece novos lugares, ou vê de forma diferente um lugar pelo qual costuma passar de carro”, explica Luis Fernando Souza, o Nando, treinador da assessoria Ztrack.

Há ainda a possibilidade de explorar terrenos diferentes na corrida em viagens. Um fim de semana na praia, por exemplo, pode ter um período dedicado a treinos na areia. No interior, é possível se aventurar em trilhas e montanhas e transformar a atividade física também em uma busca por novas paisagens.

 

 

Funcional

Os exercícios funcionais ganharam espaço na preparação física de atletas amadores e profissionais de diferentes modalidades porque trabalham simultaneamente diferentes grupos musculares, além de ajudarem no trabalho de fortalecimento, importante para a prevenção de lesões.

Como são realizados sem aparelhos, podem sem praticados em qualquer lugar, como parques e praias. A maioria dos exercícios utilizam apenas o peso corporal do atleta. Outros, equipamentos básicos como cones e bolas de ginástica. Tudo relativamente fácil de ser transportado para onde você quiser montar sua sede de treinos ao ar livre.

Ciclismo

O uso da bicicleta voltou à pauta das grandes cidades nas discussões sobre mobilidade. Independentemente se você pretende utilizar a magrela para suas atividades do dia a dia, ou apenas em situações específicas, é mais uma opção para quem procura treinos ao ar livre.

Corredores podem se beneficiar da atividade ao trabalhar músculos da perna que não são tão exigidos durante as passadas e com o fortalecimento da região abdominal. O core, responsável pelo equilíbrio do corpo durante toda a corrida, é trabalhado durante quase toda a pedalada por causa da posição do atleta em cima da bicicleta. 

Parkour

Esta é uma opção para os fãs de atividades um pouco mais explosivas. O parkour é uma modalidade esportiva que utiliza elementos do ambiente urbano como obstáculos que precisam ser transpostos por meio de saltos e movimentos acrobáticos. Potência muscular, consciência corporal e flexibilidade estão entre as características desenvolvidas com este tipo de atividade.

Exercício não precisa ter hora nem lugar para ser praticado. É você quem escolhe. Com a linha de wearables da Samsung, você treina quando e onde quiser, sem abrir mão das informações e da diversão.