Treinamentos educativos melhoram a corrida

Atualizado em 16 de outubro de 2018
Mais em Treinamento

Treinos educativos para corredores estão cada vez mais presentes na rotina dos atletas amadores. “Eles contribuem para a melhora da coordenação motora, possibilita a economia de energia e, principalmente, torna a corrida mais eficiente”, conta o diretor técnico da Gamboa Sports, de Balneário Camboriú (SC), Diogo Dias Gamboa. “Quase toda a força aplicada na passada, é transformada em deslocamento, depois que o corredor inclui esse tipo de treino em sua rotina.”

Segundo o treinador, “esse exercício é, geralmente, trabalhado duas vezes por semana”. Durante o aquecimento, as pausas dos treinos intervalados ou de intensidade são bons momentos para aplicar a técnica. “A quantidade de vezes pode mudar, de acordo com a necessidade de cada atleta.”

“Esse treinamento também ajuda na melhora da propriocepção do corredor”, afirma Paulo Rennó, diretor técnico da assessoria esportiva homônima a seu nome, de São Paulo. “Os educativos também servem para deixar o corredor mais confiante”, revela.

Gamboa e Rennó listam os exercícios mais básicos, geralmente, são passados pelos treinadores:

Skipping alto
Corra devagar, elevando os joelhos até a altura do quadril

Skipping baixo
Repita o movimento do skipping alto, mas levante menos os joelhos

Hopserlauf
Faça um movimento de salto com uma das pernas, elevando o joelho até a altura do quadril. Depois, repita o movimento com a outra perna, de forma continua

Anfersen
Corra devagar, batendo os calcanhares nos glúteos

Kick out (ou soldadinho)
Corra devagar, jogando os pés para frente

Afundo
Executar uma passada longa à frente, com o quadril relaxado. Mantenha por dois segundo embaixo, suba e repeta o movimento com a outra perna.

De acordo com Gamboa, “todos os corredores podem e devem fazer o trabalho educativo”. Ele lembra que o nível do atleta deve ser levado em consideração. “Além de todos os benefícios já citados, uma boa rotina de treinamentos desse tipo podem evitar lesões relacionadas à postura incorreta durante a corrida”, completa. Também é importante ter a supervisão de um treinador.