Treinamento de intensidade auxilia no ganho de performance

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

A evolução de um atleta na corrida é gradual. Depois de adquirir um bom condicionamento físico, o objetivo costuma ser melhorar a performance. Para isso, os treinamentos de intensidade são fundamentais.

leia-mais-cinza
icon texto_menorINTERVALADO: INCLUA NA ROTINA DE TREINOS 
icon texto_menorENCARE OS PRIMEIROS LONGÕES 

Como funciona?
Consiste em tiros intensos e velozes, com pausas para desenvolver um ritmo de competição. A diferença entre o treino de intensidade e o intervalado é a distância percorrida – no intervalado, são bem curtas, enquanto nos de intensidade são mais longas. O tempo das corridas é de cerca de 15 minutos e a velocidade aplicada é elevada, acima da utilizada na prova.

Para quem?
Corredores mais experientes e, se possível, com o suporte de um treinador, podem utilizar essa técnica. Iniciantes não precisam desse tipo de treino – rodagem é mais importante.

Quantas vezes por semana?
Pode variar de acordo com o período do treinamento do atleta – além do condicionamento físico –, mas esse tipo de exercício não deve ser realizado mais do que duas vezes por semana.

Cuidados para os atletas
É importante que o corredor não faça o treino em uma intensidade exagerada. O risco de lesionar é iminente. Portanto, o aumento da intensidade deve ser gradual. Além disso, o trabalho de fortalecimento muscular é indispensável para atletas que realizam esse tipo de treinamento.

Contraindicações
Esse treino não é recomendado para corredores inexperientes e, até mesmo, intermediários. As lesões podem aparecer por conta das sequência muito forte de corrida.

Fonte: Kim Cordeiro, diretor técnico da assessoria esportiva BK Sports, de São Paulo