São Silvestre: dicas para encarar a prova sem erros

Atualizado em 11 de novembro de 2016
Mais em Treinamento

Está inscrito para a São Silvestre e quer encarar o desafio sem surpresas? Para te dar aquela mãozinha, falamos com o professor Eduardo Barbosa, da assessoria 4any1, e separamos algumas dicas básicas para que mesmo quem nunca participou da prova de 15 km no dia 31 de dezembro enfrente o trajeto sem erros!

Treinamento
Alinhe com seu treinador sobre a vontade de correr a prova e acerte os treinamentos. “Sempre indicamos uma preparação mais específica para quem vai fazer a São Silvestre. Basicamente, o ideal é que o corredor coloque em seus treinos subidas, que farão com que sinta um pouco do esforço que terá pela frente. Treinar no mesmo horário que a prova acontecerá é outra dica importante”, fala o especialista.

Adversidades
Prepare-se para ver de tudo: gente fantasiada, pasando mal, atletas de elite focados no pódio, subidas, calor e muita gente passando por você. “A grande maioria dos atletas que querem correr a São Silvestre têm que saber que será muito difícil quebrar o seu recorde pessoal. A São Silvestre é uma prova extremamente conhecida e reúne mais 30 mil pessoas. Então, acredite, melhor deixar essa tarefa de lado.”

 

 

Trajeto
Tenha em mente que o percurso da prova não é dos mais fáceis! “Trechos como a Avenida Major Natanael, no segundo quilômetro, contam com descidas bastante íngremes e merecem atenção”, fala. “Se você não estiver com a academia ou o treino funcional em dia, pode sofrer um pouco.” Já no Elevado João Goulart – popularmente conhecido como Minhocão – o trajeto oferece leves e cansativas subidas e descidas. “A parte mais pesada mesmo vem no Viaduto Rudge Ramos e no final, com a temida subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio. O pior trecho são os últimos 500 metros da corrida, que separam o Viaduto Treze de Maio da Avenida Paulista. Prepare-se e faça muito fortalecimento”, indica.

Calor
Nesta época do ano é comum que o tempo esteja mais quente. “Além das subidas, a temperatura também é um agravante para os atletas iniciantes que são mais teimosos e não treinam no horário  da prova. Não deixe o seu ‘motor’ esquentar muito e hidrate-se corretamente para não ter nenhum susto.”

Atalhos
Mesmo com muita gente pela frente, evite sair do trajeto da prova para fugir da muvuca. “Siga o seu ritmo e o trajeto proposto pela corrida. Se você tem como objetivo ir para terminar a prova, não invente de subir na calçada e nas áreas sujas da rua. Você pode se lesionar pisando em uma garrafa, em um prego ou qualquer coisa do gênero”, finaliza o professor.

Clique aqui para saber mais sobre a competição e boa prova!