Potência máxima na corrida de rua

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Para o corredor conseguir melhorar a performance, é importante que ele realize atividades extras que promovam uma melhora nos pontos que a corrida de rua não consegue atuar. Eles são conhecidos como treinos complementares, que fazem com que o atleta tenha, por exemplo, um ganho de força muscular e aumente o desempenho dos músculos tanto para a questão energética, como para a prevenção de lesões.

Pensando nisso, a edição de setembro da Revista O2 traz uma matéria com dez atividades complementares que podem fazer muito por você. São modalidades que vão da musculação ao slack-line, todas muito eficazes para o corredor. Aqui, outras quatro boas opções que podem fazer parte do seu dia a dia.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  CROSSTRAINING: TENHA NO PILATES UM ALIADO
icon texto_menor  5 ATIVIDADES QUE PODEM AJUDAR NA CORRIDA
icon texto_menor  MUSCULAÇÃO: COMPLEMENTO DA CORRIDA

Prana balls
Relaxamento, flexibilidade, força e boa postura corporal são alguns dos objetivos da modalidade, que usa bolas de diferentes tamanhos para realizar exercícios de alongamento e relaxamento, sempre coordenados com músicas que têm melodias suaves. É idealizada e pensada para trazer um momento de relaxamento ao dia a dia do praticante. Além disso, a atividade ainda melhora o equilíbrio e o controle respiratório e no alívio do estresse.
Com as posturas feitas durante a aula, diversos grupos musculares importantes para quem corre são trabalhados, fortalecendo o corpo e melhorando a flexibilidade.

Calistenia
Essa modalidade usa o peso corporal durante a aula, que tem acessórios como barras e utiliza flexões e abdominais para fortalecer o corpo. Ela melhora a força, a resistência, o equilíbrio, a consciência corporal e ajuda no ganho de condicionamento físico. Para o corredor, é importante por trabalhar a amplitude da passada, assim como ajuda a controlar o gasto energético.

Atividade circenses
Para quebrar a rotina do corredor, as atividades circenses são boas pedidas para o fortalecimento muscular, já que exigem estabilidade do corpo. Você faz movimentos usando tecidos, argolas, malabares e trapézio e trabalha a sua flexibilidade, ajudando na melhora da postura e na amplitude das passadas, além de contribuir para a prevenção de lesões. Quer mais? Essa atividade ainda melhora a força, a resistência, o equilíbrio e a consciência corporal.

Stand-up paddle
Essa é uma variação do surf tradicional, quando você fica em pé sobre a prancha usando um remo para se locomover na água. Por isso, nesse modalidade você trabalha as pernas, a boa postura e a estabilidade, gestos requisitados para que você não caia para fora da prancha. Isso traz ganhos para fortalecimento do core e dos músculos das pernas, tão importantes para quem corre.

(Fontes: Diogo Capitanio, professor da academia Fórmula, unidade São Bernardo do Campo (SP), Mauro Henrique Semmler, professor de educação física da Bio Ritmo, Eden Carlos, life coaching e personal trainer do Studio Eden, de São José dos Campos (SP), Paulo Pucci, especialista em corrida da Bodytech, unidade Santana (SP), Adriana Genioli, diretora técnica da AG Assessoria Esportiva, em Fortaleza (CE), e Eric Montagnana Albanez, especialista em corrida e professor da Cia Athletica Granja Vianna (SP))