Na passada dos coelhos

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Performance

Correr ao lado de alguém que te coloque no ritmo almejado em uma prova é positivo, desde que haja planejamento. Se a intenção é bater um recorde pessoal — e você está bem treinado —, arrume alguém de confiança e com condições de fazer você acelerar nas passadas.

Fisiologicamente é mais fácil correr atrás de outro atleta, já que você se protege do vento e economiza até 15% do esforço. E tem também o fator psicológico, afinal, seguir um corredor é mais fácil que ditar o ritmo. O diretor técnico da Run&Fun, Renato Dutra, ainda acrescenta: “O coelho tem de possuir um ritmo um pouco mais forte do que o atleta sustentaria. O ideal seria algo entre 3 e 5 segundos a mais por quilômetro”.

Por exemplo
Seu tempo nos 10 km: 40min
Tempo almejado nos 10 km: 38min
Tempo do seu “coelho” nos 10 km: entre 37min10s e 37min30s

Nas provas
O pace tem de estar ajustado ao seu ritmo, não à sua vontade. Se sentir que o pace está forte, não tenha vergonha de diminuir. Coelhos também erram. Fique de olho no ritmo e, se notar que está abaixo do programado, é hora de deixá-lo para trás.