Exagerar nos exercícios pode fazer mal ao coração, diz estudo

Atualizado em 20 de dezembro de 2017
Mais em Notícias

Pesquisadores do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, na Califórnia, e do Hospital Hartford, em Connecticut, ambos nos Estados Unidos, demonstraram o que já parecia óbvio: que tudo em excesso faz mal, também, quando o assunto é atividade física. O estudo realizado pelos norte-americanos apontou que existem evidências de aumento de mortes por problemas cardiovasculares entre aqueles que se exercitam além do limite. A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é fazer, pelo menos, 150 minutos de atividade física por semana.

Durante a pesquisa, os cientistas estudaram a relação entre atividade física e mortes por doenças cardiovasculares em cerca de 2.400 sobreviventes de ataques cardíacos fisicamente ativos. Após as análises, os pesquisadores verificaram que ouve uma redução de 65% no risco de mortes cardiovasculares, entre pessoas que corriam menos de 48 km, ou caminhavam menos de 76 km por semana. De acordo com a pesquisa, quem correu ou caminhou além desse ponto, perdeu boa parte dos benefícios relacionados aos exercícios.