Escalda-pés: acabe com a tensão dos treinos

Atualizado em 20 de dezembro de 2017
Mais em Treinamento

Ao fazer treinos muito intensos você sai das ruas ou pistas com os pés moídos e pedindo descanso? Uma boa pedida para deixá-los mais relaxados é o escalda-pés, técnica que pode trazer ótimos resultados e deixar a tensão dos treinos bem longe de você.

O escalda-pés pode diminuir o inchaço e o cansaço nos pés e nas pernas. No entanto, os corredores de rua também podem fazer bom uso da técnica, após treinos mais intensos (ou quando sentem algum desconforto pontual), pois a água ajuda a aumentar a vascularização dos pés fazendo com que mais sangue circule nos pés e nas pernas e levando mais nutrientes para os tecidos em geral (como músculos e tendões), o que ajuda na recuperação muscular.

O procedimento é simples e pode ser feito em casa. Para tanto, você vai precisar, apenas, de uma bacia e água a uma temperatura entre 36ºC e 40ºC. Coloque os pés na bacia com água durante 15 minutos. Uma dica: coloque bolinhas de gude na bacia para ajudar na massagem na planta dos pés.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  O LADO EMOCIONAL DAS LESÕES
icon texto_menor  DOR: SAIBA SE É DO TREINO OU SE INDICA LESÃO
icon texto_menor  COMO EVITAR LESÕES NA PANTURRILHA

Você ainda pode incrementar o escalda-pés, usando sal grosso ou ervas para o relaxamento da musculatura, a diminuição de dores e a higienização dos pés. Veja o melhor uso para cada um deles:

– Sal grosso: ajuda a drenar líquidos e, naturalmente, a desinchar os pés.

– Arnica: ajuda a diminuir as dores.

– Calêndula e manjericão: combatem as frieiras, pois são ervas antissépticas e antibactericidas.

– Lavanda, erva cidreira e camomila: relaxam a musculatura.

Prefira fazer o procedimento à noite, pois assim você poderá dormir mais tranquilamente. Além disso, para melhores resultados, o indicado é apostar no escalda-pés pelo menos duas vezes por semana.

Quente e frio
Outra opção para corredores (em dias de pés mais doloridos) é fazer o método alternado, que usa água quente e fria. Nesse caso, você vai precisar de duas bacias. Na primeira coloque a água quente e, na segunda, a fria.

Inicie o escalda-pés pela água quente, deixando os pés submersos por quatro minutos. Depois, coloque-os imediatamente na água fria por apenas um minuto. Repita essa troca de quatro a cinco vezes e, terminado o processo, enxugue os pés com uma toalha.

O objetivo desse escalda-pés alternado é facilitar a circulação do sangue nos pés e nas pernas, o que faz com que o processo de recuperação seja mais rápido.

(Fonte: Filipe Aragão, coordenador técnico da Time Assessoria Esportiva – Brasília)