Dicas para não quebrar na prova

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Treinamento

Participar de corridas longas pode ser estressante, por isso é sempre importante ficar atento aos sinais do corpo e conhecer o seu limite para não quebrar na prova. A seguir listamos algumas dicas para você seguir, desde a preparação até a linha final, e evitar que a temida “quebra” apareça. Confira!

No treinamento
É muito importante treinar de acordo com o tipo de prova que você vai encarar e estudar bem o trajeto para não ser surpreendido. Por exemplo, se a corrida apresenta muitas subidas, encaixá-las em maior quantidade na sua periodização é necessário. Já se o percurso possui retas longas, como pouca variação, é interessante trabalhar nos treinos o seu psicológico, com “longões” que simulem a corrida.

Alimentação adequada
Nos dias anteriores à corrida abasteça o seu corpo com muita água e boas fontes de carboidratos. Alguns dias antes, a variação dessas fontes pode ser maior, inclusive com fibras e outros nutrientes em abundância. Já no dia anterior à largada, prefira fontes mais simples, como macarrão, por exemplo.

Hora de dormir
Drible a ansiedade e prepare-se com antecedência para dormir cedo. Descanse, leia um boa livro e coma bem antes de deitar. Lembre-se que o descanso será essencial para a sua performance.

Pré-prova
Tome um café da manhã sem muitas novidades, com alimentos que já se acostumou a comer antes de correr, e evite produtos “pesados”, com muita gordura, por exemplo. E, novamente, hidrate-se bem!

Chegada ao local da prova
Chegar cedo e conhecer o local da largada ajuda a ambientação e evita a ansiedade, o que pode te deixar mais confiante para a corrida. Aproveite o tempo e aqueça-se bem, com uma caminhada ou trote leve.

Largada
Largue no pelotão destinado à sua faixa de tempo. Além de evitar encontrões com corredores mais rápidos, você será capaz de controlar melhor o seu ritmo, já que estará cercado por atletas de nível similar. E nada de pressa, a prova é longa e, mesmo que perca alguns segundos na multidão, isso fará pouca diferença no tempo final.

Mantenha um ritmo
Use sempre a estratégia traçada nos treinos, nada de se empolgar e acelerar além da conta. Isso poderá causar desgaste excessivo e causar a temida “quebra”.

De olho na hidratação
Durante o percurso não deixe de hidratar-se em todos os pontos, mesmo se estiver sem sede. A contração muscular está ligada à hidratação e sentir sede já é um sinal de que o corpo está com falta de água.

Chegada
Ao avistar a chegada, é permitido aumentar o ritmo caso sinta-se bem. Apenas cuidado para não acelerar com muita antecedência e “quebrar” antes de cruzar a linha final.

(Fonte: Leandro Sandoval, treinador da Life Training)