Corra mais rápido controlando o ritmo

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Existe uma infinidade de dicas para melhorar a velocidade na corrida, como prestar atenção na alimentação, que influencia (e muito) no rendimento, apostar em treinos intervalados e nos progressivos e ficar atento ao descanso adequado. Outra maneira é apostar no controle de ritmo, um estilo de corrida que se baseia em correr entendendo o ritmo do corpo, quando você deixa de lado relógio, marcador de distâncias e metragens do percurso, e passa a dar as passadas somente por orientação do seu esforço físico ou metas específicas, sem a ajuda de nenhum material adicional.

Parece difícil ter de orientar a sua corrida apenas pelo seu corpo, mas isso faz com que você se conheça ainda mais e saiba interpretar cada mudança no seu treinamento. Para ter sucesso com este tipo de atividade, então, basta ter bom conhecimento do próprio corpo durante a corrida e também uma boa noção de ritmos e limites, para não criar desgastes desnecessários.

LEIA MAIS
icon texto_menor  3 EXERCÍCIOS DE VELOCIDADE
icon texto_menor  DE OLHO NA VELOCIDADE
icon texto_menor  INTERPRETE O SEU RITMO E A SUA VELOCIDADE

Outro ponto importante: esse tipo de corrida pode mudar para sempre o seu estilo, já que ele tira um pouco a “neura” de tempo e distância a serem percorridos durante os treinos, assim como alivia o estresse e a tensão gerados pelo percurso. Você deixa um pouco de lado a importância dada ao pace.

Como fazer com que o seu corpo seja o seu guia?
Para conseguir deixar o GPS de lado, você terá de estipular um local inicial e final para os seus treinos, buscando sempre o seu melhor ritmo. Mantenha o conhecido pace de “cruzeiro” (quando você não está nem cansado nem com dores) e o foco na boa respiração, na postura correta e nas passadas. Assim, você aprenderá a mensurar a corrida à base de esforço. Lembre-se de que aqueles que sabem correr sem relógio são grandes corredores, pois quando há dependência de apetrechos tecnológicos os atletas não conseguem manter ritmo nem cadência, caso estejam sem esses indicadores. Por isso, treinar sem base de tempo e distância é importante para desenvolver o senso de ritmo.

10 dicas infalíveis
Se você resolveu apostar no controle de ritmo, siga os passos abaixo e tenha sucesso na corrida.

1. Não use aparelho nenhum durante o treino, pois a curiosidade irá acabar prejudicando o seu desempenho.
2. Anote, com cante nos braços, as suas metas de distâncias e confira ao final de cada etapa.
3. Faça duas etapas de distâncias diferentes e com manutenção de ritmo e confirme se esteve dentro do planejado ao final de cada fase.
4. Faça a progressão de distância em três etapas, para aumentar o ritmo em cada uma delas.
5. Determine os pontos de distâncias e, somente depois, refaça o percurso para verificar como foi o seu pace.
6. Crie zonas-alvo fictícias de intensidade leve, média, forte e muito forte. Isso vai ajudar a conhecer melhor o seu corpo durante a corrida.
7. Crie uma tabela para a sua respiração (pouco ofegante = ritmo lento; ofegante = ritmo ideal; muito ofegante = ritmo forçado)
8. Para verificar se o treinamento está dando resultado, faça pequenos testes com provas de menores distâncias, correndo sem relógio.
9. Evite correr com amigos fora do seu pace, isso acabará prejudicando o seu ritmo natural.
10. Varie, também, o tipo de percurso, piso, subidas, descidas para melhorar a sua força.

(Fonte: Leandro Sandoval, diretor técnico e Personal Trainer da Life Training Assessoria Esportiva – São Paulo)