Como treinar com pouca luz

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Com a agenda lotada, alguns corredores encontram tempo para correr apenas quando está escuro: ou tarde da noite, ou de manhã bem cedo. Mesmo sabendo que correr nessas circunstancias é mais cansativo, como mostra pesquisa da Universidade de Essex, na Inglaterra, correr à noite está virando uma tendência entre os corredores, principalmente, para aqueles que gostam de provas noturnas, como a Night Run.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  COMO PROJETAR SEUS TEMPOS DE CORRIDA?
icon texto_menor  5 EXERCÍCIOS PARA TER UM CORPO MAIS FORTE
icon texto_menor  COMO APROVEITAR OS LONGÕES?

Se você precisa (ou prefere) correr sem a luz do dia, siga algumas orientações de segurança.

Visibilidade
É fundamental que você chame a atenção de quem passa pela rua, para evitar acidentes, já que é mais difícil de ser enxergado no escuro. Existem roupas feitas com tecido refletivo, desenvolvidas com este intuito de chamar a atenção em locais mais escuros. Correr contra o fluxo também é mais indicado, porque, se o motorista não vir o corredor, pelo menos você vê o carro. Mais: é bom que você escolha locais que já conheça, para evitar os buracos e outros obstáculos comuns nas vias, causadores de muitas lesões.

Escolha rotas iluminadas
Outra boa saída é escolher percursos que sejam iluminados. Ele pode não ser o seu trajeto favorito, mas a rota mais bem iluminada é sempre uma escolha mais segura. Os carros conseguem vê-lo melhor, e você sempre será capaz de enxergar o trajeto e evitar possíveis dores de cabeça.

Esteja sempre identificado
Coloque na sua carteira de motorista, no bolso ou use uma etiqueta de identificação no tênis. No escuro, os riscos são maiores para o corredor, e se acontecer qualquer imprevisto, a identificação fica mais fácil.

Varie suas rotas e horários
Potenciais assaltantes podem estudar a sua rotina, já que você treina em uma área particularmente escur. Não seja um alvo fácil. Mude, sempre que possível, o trajeto dos seus treinos e os horários das corridas.
Além disso, corra com um amigo. Quando você está correndo sozinho, fica mais sucessível a acontecimentos externos. Com mais uma pessoa ao seu lado, fica mais difícil você levar algum susto. Mesmo assim, se preferir correr só, ao menos deixe alguém avisado sobre os seus treinos e quanto tempo você deve ficar fora.

Cuidado com a música
O ideal para correr no escuro é deixar a música de lado. Ela acaba cortando o seu sentido da audição, o que o deixa em desvantagem. Com os fones no ouvido, você não pode escutar os carros que se aproximam, os ciclistas pedindo passagem, ou qualquer outra ameaça potencial. No entanto, se você não consegue correr sem ouvir música, deixe o volume baixo e use o fone em apenas um dos ouvidos.

Cansaço do dia a dia
Se você treina à noite, um dos inconvenientes pode ser o estresse do dia, acumulado durante o trabalho, já que o corpo está há pelo menos 10 horas acordado e pode estar sobrecarregado pelo esforço físico e emocional dos afazeres diários. Tarefas rotineiras tendem a consumir as suas energias, fazendo com que você não tenha condição física o suficiente para treinar no fim de sua jornada diária. Para resolver o problema, observe se a sua condição física demonstra evidências de bem-estar. Isso poderá favorecer um melhor aproveitamento da carga de treino que você deseja imprimir nesse período.

(Fontes: Miguel Sarkis, diretor técnico da assessoria de corrida Miguel Sarkis, Daiana Priscila Voigt Gamboa, treinadora da assessoria esportiva BK Sports, e Ronaldo Martinelli, diretor técnico da 5 Ways Sports Consulting)