Como evitar lesões na panturrilha

Atualizado em 20 de dezembro de 2017
Mais em Treinamento

Entre as distensões musculares que mais atingem os corredores, a da panturrilha é uma das comuns. As distensões musculares são, geralmente, causadas devido ao grande esforço na hora da corrida. Com isso, os músculos ficam “esticados” acima da sua capacidade normal, causando dores nas fibras musculares, as câimbras, na junção entre o músculo e o tendão.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menorFORÇA NA PANTURRILHA PARA PREVENIR LESÕES
icon texto_menor CÂIMBRA NA PANTURRILHA: COMO PREVENIR?

A panturrilha bombeia todo o sangue de volta para o coração e exerce importante papel no retorno venoso.  Por esta razão, a musculatura deve estar fortalecida e alongada para não prejudicar a sua corrida.

Mas, como evitar o incômodo?

O que é?
A câimbra nada mais é do que um espasmo localizado e involuntário do músculo, normalmente, de curta duração e muito doloroso. Ela pode acontecer durante a sua prova ou treino, principalmente se você estiver pouco condicionado, desidratado ou sem se alimentar corretamente.

Este espasmo aparece quando os músculos carecem de condições adequadas para realizar um esforço diferente do habitual. Essa carência pode estar relacionada, também, a um baixo fornecimento energético ocasionado pela falta de glicose no sangue.

O que fazer?
Apesar de muito temida pelos corredores, a câimbra podem ser facilmente evitada. A recomendação é que você esteja bem condicionado e alongado antes de começar a correr.

Caso o espasmo muscular aconteça enquanto estiver correndo, a melhor maneira de solucionar a dor é parar de correr, subir um degrau ou na guia da rua e soltar o peso em cima do calcanhar, esticando o joelho e alongando os músculos.

Se mesmo com o alongamento você ainda sentir a câimbra, opte por fazer uma massagem local, que aumenta a irrigação e a circulação do sangue, acelerando a sua recuperação e diminuindo a dor.

Como tratar?
Esteja atento à hidratação e a seu suporte de carboidratos antes, durante e após a corrida. Evite ritmos mais intensos que o programado por seu treinador e esteja atento aos primeiros sinais de cansaço.

Você pode prevenir a câimbra através de uma alimentação variada, rica em vitaminas e minerais, aliada com uma boa hidratação e descanso. Além disso, manter a flexibilidade com programas de alongamento e treinamento de força também ajudam a prevenir esta dor incomoda.

(Fonte: Fábio Couto, médico do esporte em Porto Alegre – RS)