Aposte nos educativos e melhore sua técnica

Atualizado em 17 de julho de 2017
Mais em Treinamento

Você aposta em exercícios educativos? Como o próprio nome sugere, eles ensinam o seu corpo a correr com postura adequada e equilíbrio, melhorando as capacidades físicas e motoras do seu corpo. Essa já seria uma razão suficiente para você querer incluir os movimentos em sua rotina de treinamento… Afinal, ter uma melhor técnica da corrida é essencial para que você corra melhor e vá mais longe.

Mas, se você ainda não está convencido de que esse tipo de exercício é importante para o seu rendimento, saiba que ele melhora a qualidade da corrida e a técnica de execução dos movimentos, promovendo um menor desgaste muscular e cardiovascular. Ou seja, você terá grande economia de energia enquanto corre.

Porém, preste bastante atenção na execução dos movimentos, pois quando realizado de maneira incorreta eles podem ser prejudiciais, em lugar de benéficos. Mais: execute os movimentos em um lugar apto para treinar, com solo sem irregularidades.

Como incluir na rotina de treinos

Os exercícios educativos devem, sempre, ser realizados antes do treino, pelo menos duas vezes por semana. Podem, ainda, servir como complemento do aquecimento, o que faz com que os movimentos sejam mais proveitosos, já que você está descansado. Isso também minimiza o risco de lesões, por trabalhar com maiores amplitudes articulares e sobrecarga dos impactos.

Abaixo você encontra os cinco principais movimentos que devem fazer parte do seu treino. De 15 a 45 minutos de exercícios educativos, antes das sessões de corrida são suficientes.

1. Skipping: é a corrida com elevação alternada dos joelhos (altura do quadril).

2. Houpserlauf: são saltos com elevação dos joelhos alternados e aterrissando com os dois pés no solo. Os braços acompanham o movimento coordenadamente.

3. Anfersen: corrida com elevação dos calcanhares e com o tronco levemente inclinado à frente.

4. Kick out: é a corrida com os joelhos estendidos à frente. Movimente também os braços.

5. Dribling: corrida leve com movimentação da articulação do tornozelo.

[nggallery id=140]

(Fonte: Renan Furlanetto, professor da Cia Athletica unidade Anália Franco – São Paulo)