Complemento da corrida: Aeropilates

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Treinamento

Você já ouviu falar em Aeropilates? Imagine só ficar suspenso por panos e ter que se equilibrar, muitas vezes de cabeça para baixo. Essa é a técnica que ganha cada vez mais adeptos no Brasil e que trabalha o tempo inteiro desafiando o equilíbrio e a estabilidade do atleta. Indicado para o tratamento e prevenção de lesões (por fortalecer o corpo e não ter impacto), a técnica é uma boa pedida para o treinamento esportivo e (até) para o ganho de rendimento na corrida.

Para quem corre, o Aeropilates é uma ótima pedida e serve como atividade complementar às passadas. Com ele, você tem uma melhor distribuição da força durante a corrida, não sobrecarrega os grupos musculares mais solicitados no esporte e tem uma melhor estabilização e mobilização do corpo. Além disso, você ainda ganha maior controle motor, flexibilidade e força, melhora o equilíbrio e a propriocepção.

Como a técnica do Aeropilates desenvolve posturas invertidas, você tem a descompressão da coluna vertebral e, consequentemente, o alívio de dores articulares que podem ser causadas pela sobrecarga nas regiões lombar e cervical durante a corrida. Os exercícios ainda auxiliam no retorno venoso, o que melhora a circulação sanguínea e linfática.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  CROSSTRAINING: TENHA NO PILATES UM ALIADO
icon texto_menor  3 MANEIRAS DE DAR UM UP NOS TREINOS
icon texto_menor  FORTALEÇA O CORE PARA CORRER MAIS RÁPIDO

Quer mais? Como você fica pendurado pelo columpio (tecido usado na pratica do Aeropilates) e por ser um acessório instável, você trabalha constantemente a região do core, centro de força do corpo que engloba os músculos abdominais, paravertebrais, dos glúteos, diafragma e assoalho-pélvico-lombar, região fundamental para estabilizar a coluna durante as passadas. Tudo isso, faz você manter a boa postura por mais tempo durante a corrida.

Como colocar em prática
Você quer apostar no Aeropilates para ganhar desempenho na corrida de rua? Conheça dez exercícios que compõe uma aula de Aeropilates direcionada para corredores.

1. Alongamento de isquiotibiais
Tem foco no alongamento dos músculos posteriores da perna, além de fortalecer os músculos estabilizadores do tornozelo. O equilíbrio é bastante exigido durante a execução

2. Abertura lateral
Foca no alongamento dos músculos posteriores da perna e nos músculos internos da coxa (adutores do quadril). O equilíbrio também é estimulado durante a prática, bem como o fortalecimento dos músculos abdutores do quadril e estabilizadores do tornozelo.

3. Afundo
Tem como objetivo principal fortalecer os músculos extensores dos joelhos e do quadril. O trabalho unilateral intensifica o fortalecimento dos membros inferiores, além de estimular o equilíbrio do praticante. É importante manter a coluna lombar estabilizada durante a execução.

4. Abertura frontal no ar
Visa alongar e fortalecer a musculatura interna da coxa (adutores do quadril) e os glúteos. O core deve estar ativado durante todo o exercício para preservar o alinhamento corporal. Por isso, mantenha o abdômen contraído.

5. Pull front (variação)
Seu objetivo é alongar a musculatura posterior das pernas, fortalecer os flexores do quadril e os membros superiores. Durante a execução, mantenha os músculos estabilizadores do tronco ativados para preservar o alinhamento corporal.

6. Roll up (variação)
Exercício que fortalece os músculos abdominais e alonga os músculos adutores do quadril. Também estimula o aumento da mobilidade da coluna vertebral.

7. Airplane
Esse exercício exige a ativação dos músculos estabilizadores da coluna, abdominais (principalmente o transverso do abdômen), glúteos e posteriores dos membros inferiores.

8. Vela no ar
Exercício completo que visa o fortalecimento dos músculos abdominais, controle motor e fortalecimento dos membros superiores. Você é desafiado durante todo o exercício a se manter estável no ar, qualquer desequilíbrio é acusado pelo balanço do equipamento.

9. Flexão no ar
Nesse exercício você deve distribuir sua força entre os membros superiores, mantendo-se estável no ar. Fortalece, principalmente, os músculos do peitoral maior e o tríceps branquial. O core precisa estar ativado durante todo o exercício para auxiliar na estabilização do tronco.

10. Morcego
A postura pode ser usada no final da aula para o relaxamento das regiões da coluna vertebral, que geralmente são sobrecarregadas durante a corrida. Ainda promove a descompressão das costas.

icone-foto

[nggallery id=187]

(Fernanda Marcun, professora de Aeropilates e consultora da ProAction)