Federação SP de Atletismo cuidará do caso de doping

Atualizado em 30 de maio de 2017
Mais em Notícias

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), que instalou inquérito administrativo para apuração dos fatos que apontaram resultados adversos para a presença de substâncias proibidas em cinco atletas convocados para o Campeonato Mundial de Berlim, em agosto (Bruno Lins Tenório de Barros, Jorge Célio da Rocha Sena, Josiane da Silva Tito, Luciana França e Lucimara Silvestre), pediu para o presidente da Federação Paulista de Atletismo, José Antonio Martins Fernandes coordenar o inquérito. Os testes foram realizados de surpresa na cidade de Presidente Prudente, em 15 de junho.

Os atletas, impedidos de participar de competições até serem conhecidos os resultados das análises das respectivas contraprovas, vão apresentar a defesa juntamente com os seus treinadores Jayme Netto Junior e Inaldo Justino de Sena, que voltam ao Brasil depois de um camping na Alemanha.

A comissão de apuração é presidida pelo Dr. Thomaz Mattos de Paiva, membro da ANAD, a Agência Antidoping da CBAt.