Qual esteira comprar?

Atualizado em 26 de abril de 2016
Mais em Papo de Corrida

Você já tentou, de todas as formas, manter os treinos regulares, mas não consegue separar um tempo na agenda para a corrida de rua? Ter uma esteira em casa pode ser a melhor alternativa, visto que, assim, as desculpas e a preguiça vão passar bem longe de você.

Esse é o equipamento mais popular, atualmente, por permitir que você faça um exercício aeróbio com alto potencial de queima de calorias, sendo fácil de usar. Além disso, correr na esteira gera um impacto menor para as articulações dos joelhos e do quadril, quando comparada ao asfalto, e proporciona o mesmo trabalho muscular com maior controle da estabilidade.

No entanto, para fazer a escolha certa para os seus objetivos é preciso prestar atenção a alguns detalhes. Naturalmente, os equipamentos domésticos diferem daqueles encontrados nas academias. A maior diferença que deve ser observada na hora da compra é o porte: as mais leves são ideais para quem prefere o ritmo de caminhada, enquanto que para quem gosta de correr o ideal é um modelo mais robusto, que resista ao impacto.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  FAÇA EXERCÍCIOS DE FARTLEK NA ESTEIRA
icon texto_menor  A CONTAGEM DE CALORIAS NA ESTEIRA É PRECISA?
icon texto_menor  7 DÚVIDAS SOBRE CORRIDA NA ESTEIRA

Os displays também são detalhes fundamentais. Para os treinos leves, de caminhada, os parâmetros de monitoramento são básicos e se limitam ao tempo, a velocidade e a distância percorrida, tendo acionamento prático e rápido. Já na corrida, o monitoramento dos resultados é mais complexo, visto que ter informação sobre os batimentos cardíacos é bastante importante para melhorar o treino. Por isso, verifique se a sua opção de compra disponibiliza esse dado.

Alguns itens para o seu conforto também são muito bem-vindos, como suportes para garrafas são bem cômodos e vão garantir que você não se esqueça de se hidratar durante a corrida, sem a necessidade de parar o equipamento.

Na hora da compra
Antes de fazer a sua escolha, ainda preste atenção a outros pontos importantes que farão com que a sua experiência com a corrida seja cada vez melhor. E, se possível, teste o equipamento para saber se ele realmente atende as suas expectativas.

– Corrimão: ele deve ser forte o suficiente para apoiá-lo caso seja necessário, assim como deve estar em uma boa posição para que você possa agarrá-lo facilmente, não bloqueando os movimentos do braço.

– Inclinação: se couber no seu orçamento, escolha um modelo que tenha exercícios programáveis para variar o ritmo e a inclinação do treino.

– Ruídos: ao testá-la, perceba se ela é barulhenta. Se você planeja assistir TV ou ouvir música durante o treino ela não deve interferir no volume do áudio.

– Tamanho: um modelo que parece pequeno na loja pode se transformar em um elefante em seu quarto ou sala.

(Fonte: Marco Corradi, supervisor de Marketing da Movement)