Faça sua melhor Maratona de Londres

Atualizado em 26 de abril de 2016
Mais em Papo de Corrida

Depois da Maratona de Tóquio e da Maratona de Boston, é a vez da Maratona de Londres reunir milhares de apaixonados por corrida para dar seguimento a temporada do World Marathons Majors, circuito que reúne as seis maiores competições do mundo na distância de 42 km (as próximas são Berlim, Chicago e Nova York).

A prova, que rola neste domingo (26 de abril), será transmitida ao vivo pelo site da BBC de Londres, a partir das 4h30. A maratona é apontada como uma competição extremamente técnica e dura por conta das baixas temperaturas que fazem por lá, nesta época do ano. Mas o corredor tem a vantagem de percorrer um percurso plano, o que facilita um pouco a corrida.

O trajeto da Maratona de Londres é emoldurado por alguns dos mais famosos cartões-postais britânicos, como o Palácio de Buckingham, a Tower Bridge, a Torre de Londres e o rio Tâmisa, e que é disputada em dois hemisférios, Leste e Oeste, já que o percurso cruza o Meridiano de Greenwich. Isso dá mais incentivo para que você consiga completar a prova.

Vai correr? Separamos algumas dicas valiosas para que você faça a sua melhor Maratona de Londres:

– Muito bem organizada, ela conta com postos de água e isotônicos espalhados pelo percurso. Por isso, cuide bem da hidratação para ter força e energia para fechar os 42 km. Lembre-se de que o prazo para completar a prova é de 7 horas.

– Quer mais incentivos para fazer a sua melhor prova? O campeão da maratona de 2012 e 2014, Wilson Kipsang, estará por lá e enfrentará Dennis Kimetto, seu parceiro de treinos e atual recordista mundial das maratonas, já que no ano passado ele completou a Maratona de Berlim com a marca de 2h02min57s. Já pensou correr a mesma prova que esses grandes nomes da corrida de rua?

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  DOWNTON ABBEY’S NA MARATONA DE LONDRES?
icon texto_menor  MARATONA DE BOSTON: NÚMEROS DA CORRIDA
icon texto_menor  MARATONA DE BOSTON: DESAFIO DE SONHO

– Durante a prova, é importante começar com um ritmo bem conservador. Passando os primeiros 21 km, no entanto, faça uma prova mais forte. Isso para que você consiga lidar com a fadiga que costuma aparecer entre o quilômetro 30 e 36.

– Não por acaso, a cada ano, em abril, milhares de pessoas tomam conta das ruas da capital inglesa por conta da Maratona de Londres. E depois da prova você pode aproveitar tudo o que a cidade rica cultural e socialmente oferece. Ela conta com milhares de pubs, um abrigo quente e divertido para espantar a solidão do frio e comer um engordativo fish and chips (peixe empanado com batata frita). Você ainda pode comprar um ticket para andar em um ônibus doubledeck e conhecer os pontos turísticos de Londres. Há a opção de descer do veículo, conhecer os lugares e depois voltar para continuar a visita. Vá ao Big Ben, Hyde Park, Palácio de Buckingham e Covent Garden, além da Abadia de Westminster.

(Fonte: Renato Dutra, diretor técnico da Run&Fun, em São Paulo)