Eu fui!: Maratona de Bahamas 2016

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Papo de Corrida

Terminar uma maratona, por si só, já é maravilhoso, mas tudo fica ainda mais especial quando você encara uma prova dessas em um lugar paradisíaco e inesquecível como é Bahamas. Essa foi minha 41ª corrida de 42 km. Mas, apesar do currículo extenso, esta vai ficar na memória por conta de todas as belezas naturais que presenciei durante a viagem.

Localizada em uma ilha no Caribe, Bahamas é um país muito pequeno de extensão, mas muito grande no acolhimento. Sua capital é Nassau, uma cidade muito linda e receptiva que recebe o ano todo turistas de todas as partes do mundo. Sua orla de praias é fantástica, com águas calmas que ficam ora esverdeadas, ora azuladas. O destino oferece ótimas opções de hotéis e resorts, sem falar no custo, que não é elevado caso você se programe com antecedência. Caso tenha visto americano, é possível emendar a viagem fazendo uma parada em Miami, Orlando ou Fort Lauderdale, nos EUA, ou pegar um voo com escala na Cidade do Panamá, não havendo, assim, a necessidade de visto.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  QUER CORRER UMA MARATONA? MONTE SUA PLANILHA E COMECE SEUS TREINOS

A maratona de Bahamas é realizada, geralmente, no terceiro domingo de janeiro, ao mesmo tempo que ocorrem, também, provas menores de 10 km e um revezamento de 4×10,5 km. Os primeiros quatro quilômetros são os mais desafiadores, quando temos que encarar uma grande ladeira, pois é nesse trecho que atravessamos, ida e volta, uma extensa ponte ligando Bahamas a uma outra ilha. Passando isso, o restante da prova é de puro deslumbramento, uma vez que quase todo o percurso é feito na orla.

A prova é muito bem organizada e oferece aos corredores muitos pontos de hidratação com água, gel e isotônico. Há, ainda, pontos de música a cada 5 km, ótimo para animar os participantes. Largamos com uma temperatura amena, em torno de 16º C, porém, conforme o tempo foi passando, o sol deu as caras e fez o marcador subir rapidamente, chegando a 29º C. O final da corrida foi emocionante, com a apresentação de um grupo folclórico de danças muito animado, que contagiou não só os atletas, mas também todos que estavam em volta.

icone-foto

[nggallery id=327]