Música lenta pode acelerar recuperação no pós-treino

Atualizado em 15 de dezembro de 2017
Mais em Papo de Corrida

Você é daqueles atletas que acreditam que a música pode influenciar no seu desempenho? E que no pós-prova existe um som específico para relaxar? Talvez, você esteja certo. Um estudo publicado pela Universidade de Brunel, em Londres, constatou que ouvir 20 a 30 minutos de música lenta pode induzir mudanças no organismo para você se recuperar mais rápido. 

O estudo contou com a participação de 42 universitários (21 homens e 21 mulheres) que fizeram um treino de ciclismo até o limite do corpo humano em três ocasiões. Após cada exercício, os estudantes sentaram em uma cadeira confortável para relaxar, como procedimento da recuperação física.

A diferença entre os três testes era que cada aluno escutava músicas curtas e rápidas, depois músicas mais longas e lentas, ou simplesmente nenhuma música durante os 30 minutos de descanso. A ideia dos pesquisadores com essa atividade era medir o nível de cortisol nos universitários, um hormônio liberado em resposta ao estresse.

 

 

Os pesquisadores detectaram que o nível de cortisol dos alunos aumentou durante a recuperação quando eles escutavam músicas de batidas rápidas. Ao contrário disso, o nível de cortisol voltou mais rapidamente ao normal, o indicado para a recuperação muscular eficiente, depois que eles escutaram um som em ritmo mais lento. 

Depois de feito o estudo, os próprios alunos relataram que se sentiram mais calmos e menos excitados escutando música lenta. O teste foi feito com universitários que chegaram à exaustão no treinamento, mas a música lenta pode ser usada para diminuir o nível de cortisol em situações de estresse no seu dia a dia.

Pensando nisso, o Ativo.com preparou uma playlist bem tranquila para ajudar no seu pós-treino: