Dicas para um bom ano na corrida

Atualizado em 26 de abril de 2016
Mais em Papo de Corrida

O mês de janeiro já está com tudo, mas você ainda não se sente motivado para correr? Isso é comum em muitos casos, ora pela preguiça, ora pela dúvida entre os corredores sobre o que fazer para correr bem e fazer uma boa temporada.

Muito além de simples dicas, as sugestões abaixo podem entrar para a sua rotina e virar um hábito. Que tal aproveitar o momento para (re)começar?

Corra pela manhã
A ideia desta dica é tornar a corrida uma peça fundamental do seu dia, que implicará em mais disposição e animo para enfrentar as tarefas da sua rotina. Correr pela manhã pode facilitar a vida de muito corredor, pois, além de ser o pontapé inicial do dia, pode acarretar em energia extra para enfrentar os problemas do dia.

Coma mais vegetais
Comer a quantidade ideal de vegetais ajuda a viver mais e melhor, fazendo que você mantenha um peso saudável e afaste os riscos de sofrer com doenças do coração e com a hipertensão. Quando você come mais vegetais, oferece ao organismo uma dose extra de fibras, essenciais para regular o funcionamento intestinal.

Pesquisas apontam, por exemplo, que consumir diariamente cinco porções de vegetais (intercaladas com frutas) por dia, pode lhe render até três anos a mais de vida.

Treine o fortalecimento muscular regularmente
O fortalecimento muscular é parte fundamental do treinamento de um corredor. Essa atividade garante um corpo preparado para aguentar o esporte, sem que haja problemas com lesões.

Desligue seu relógio uma vez por semana
Você é obcecado pelo seu GPS ou relógio para contar o tempo que gasta nos treinos? Experimente largá-lo pelo menos uma vez durante a semana para sentir o seu ritmo natural e a sua respiração. Sem a pressão de medir a intensidade ou seu ritmo, você pode correr mais tranquilo e a corrida pode se tornar mais fácil.

Durma o suficiente
Você precisa estar ciente de que, quanto maior a intensidade do esforço, maior a necessidade de recuperação. A maioria sabe que a privação do sono prejudica a atividade imunológica e a função cerebral. E isso também influencia negativamente a fisiologia. Por isso, o sono adequado durante a semana e antes de uma competição é essencial. Se você dormir mal ou pouco, não terá a reserva de energia suficiente para encarar a prova.

(Fonte: Gérson Marques, professor de educação física da UNIMESP – SP)